30 de setembro de 2010

Receita: Doce sonso da terapia

Núusvida!!... como diria minha mãe... cunversei fiáadimáis essis dias, né mess cumadi? =] Inté istressô ! Ainda bem q vô na terapia prá mode acármá...

De modos q ainda temos q baixar un cadin a ansiedade... um papo tranquilo... diria uma boa prosa... vamos curando a parte interna para q a externa fique muito mais agradável...
Ao contrário de muitas cumadis, a ansiedade me tira a fome... por conta disso tenho dificuldades prá fica q nem boi diingórda... mais chêiin... tô mess q nem uma táuba ainda... do mess jeitin di frente ou di ladin... :(
sonho cuãn bainha dus ládu... ô coisa boa tê onde apertá...

Sabendo disso... a tia da terapia tenta me ajudar... e me trouxe essa (q nem pode ser chamada de receita, né? mas pro ansioso nada pode demorar ou complicar demais :) ... q ela usa com as cumadis q a ansiedade faz engordar (ô gente filíiz uma quantidadi) ... o método é semelhante...
As q engordam... sentem fome, ou desejo por doces...
Eu q emagreço... sinto enjôo, perco a fome e nem quero ver doce...

Então para as primeiras ela indica esse docin feito com banana... justamente para alimentar, saciando o surto da fome... e organismo agradece por ter ingerido doce (q não biscoito recheado, barra de chocolate...)
Deve ser feito nos intervalos das alimentações... 1 banana com mel para o primeiro caso.

No caso da ansiedade não te deixar engordar (q é algo tão difícil qto emagrecer) q tb tem seus prejuízos como eu sinto... pressão baixa, enjôos, mão trêmula e desânimos por vezes...
Então nos intervalos devo comer para q o estômago não fique muito tempo vazio, cortando assim a ânsia antes q venha... evita q a pressão fique baixa... e assim eu coma somente sal...
por isso tenho q me esforçar para comer... 2 bananas com açúcar ou bastante mel....

A adição da canela entra na aromaterapia...
O cheiro dela traz aconchego para o ambiente... então desde o preparo até as primeiras garfadas, comer com tranquilidade para q o organismo absorva o doce... e o cérebro sinta o cheiro, juntamente com a respiração lembrar de coisas boas... infância... casa de vó... colinho de mãe...

Eu disse na terapia (como diria Tomé)... "...esse doce sonso vai fazer tudo isso?! "
Depois de dois meses da incredulidade... já colho os frutos das mudanças...
Claro, requer esforço em várias áreas... e todo o conjunto faz diferença...
Fica aqui não como receita, mas como terapia... para aquelas q talvez precisem...

Obs: Cumadi Flavinha e cumadi Welze não podem com a canela por passarem mal... se vc tb é assim... então coloque um copinho de água misturada com canela em pó no micro-ondas...
Ou, colocar junto da banana um pauzinho de canela... assim sentirá o perfume sem precisar ingerir. O segredo é o doce com o aroma.

Aprendi na terapia... e olha q eu nem tava com a macaca, hein?!
=]
Banana, mel ou açúcar e canela


Para facilitar na hora de retirar...
faça um corte reto na banana e corte a pontinha...

Coloque a parte do corte para baixo...
E por cima faça pequenos cortes

Leve ao micro-ondas... inicie com 1 minuto e deixe conforme seu gosto...
Eu prefiro qdo fica bem molinha...
então costuma ficar 2 minutos c a banana mais firme...

Retire quando estiver do seu agrado...

Puxe com um pegador ainda quentinha na parte do corte...

Por cima coloque mel (açúcar) e polvilhe canela...
Tente nesse momento já respirar profundamente
assim a ansiedade diminui e vc pode saborear
e sentir o perfume te acalmando...

Esqueça os problemas...
Concentre-se em você...
Pense em boas coisas...
E respire!

Nos momentos de concentração, de meditar em boas lembranças.... respirar pausadamente...
A ansiedade se distanciará de você e trará uma sensação de bem-estar... o aroma da canela ajuda nesse conforto...
Requer esforço e dedicação, colocar em primeiro lugar sua saúde (e não estética somente)... precisamos alcançar maturidade para cuidarmos de nós... e sabermos q todas as outras coisas com o tempo passam...
... mas a vida também! Cuide-se!

Veja alguns benefícios da dedicação contra a ansiedade (anime-se!) :
° Ganhar ou perder peso;
° Diminuir o risco de infarto e derrame cerebral;
° Reforçar o sistema imunológico;
° Aumentar a produção de hormônios calmantes e reduzir o nível de cortisol (hormônio desencadeador do estresse);
° Auxiliar na liberação de endorfina, um forte tranquilizante que provoca a sensação de alegria e bem-estar;
° Aliviar a insônia.

O primeiro benefício com certeza será no psicológico, na sua auto-estima e na melhoria da confiança.
E não esqueça... isso é uma constante... quem tem problemas como depressão, ansiedade, baixa auto-estima... deve vencer cada dia... cada momento.
Creia... Deus irá trabalhar te dando forças, ânimo, fé e a cada passo vencido vc estará mais forte para continuar e dar apoio para quem precisar.

Um bejim bem grande e que vitórias venham sobre sua vida!
=)

29 de setembro de 2010

Sem receita!

Concordo... não é tão fácil e simples assim ser Amélia... não pelo peso q foi colocado nos dias de hoje de q é mulher escrava, empregada de marido e outros termos pejorativos.
Entendo assim, q a desse tempo fez duas escolhas, estar em casa com os seus... e trabalhar pq se faz necessário.

No começo escolhi ficar em casa me dedicando a ela e a filha pequena... o financeiro foi o primeiro a pesar. Com o passar dos anos voltei ao trabalho 'formal' e adquiri somente dores de cabeça com tantas imposições mundanas nas quais vc tem q trabalhar no salto, de tailler, maquiada, cabelo impecável. E viver de forma q a Empresa seja sua vida, porém essa Empresa quando quiser te dispensa sem maiores explicações.

Falo da minha experiência e não da de outros. Fui contratada sim, por uma Empresa no coração financeiro de SP... seria um grande motivo de orgulho ou vaidade... até fono tive que frequentar pois não poderia falar com sotaque... Período de exaustão... então q escolhi a demissão.

Não há condenação para as que trabalham fora e podem pagar uma ajudante, nossa intenção foi dar valor para aquelas que voltam da labuta e ainda assim enfrentam o tanque, o fogão, lições de casa e compartilham o dia e o financeiro com seus companheiros.
Pois a possibilidade de trabalharem e pagarem por uma ajudante é nula. É a realidade da maioria das brasileiras. É a minha realidade...
Sendo assim, regramos o financeiro, vivemos dias de alegrias e de tédio também em casa... e por isso a busca por algo q viesse de encontro com a necessidade financeira e q não fosse preciso me ausentar de casa por longos períodos.

Consigo ser plena e dar conta de tudo ... a resposta é não!
O segredo é tentar se organizar e aquilo q não conseguiu terminar não ser motivo para cobrança e ansiedade.
Se vier me visitar e a casa estiver desarrumada... hoje, depois do amadurecimento... vou dizer-lhe para 'não pô reparo na bagunça...' (se ela estiver arrumada tb digo isso...rs)
Se não tiver ingredientes ou um bolinho fresco para o café... pedirei q me aguarde buscar um pãozinho, um bolo e quem sabe uns biscoitinhos... a padaria é logo ali. E quando as coisas apertam, fazemos os cálculos e pegamos por alguns dias marmita para aliviar...

E assim as prioridades vão sendo realizadas... e lhe sobra tempo para ser Amélia moderna... que faz uma caminhada, que cuida da alimentação, que hidrata seu corpo, usa perfume, batom e usa em tudo o bom tom.
Sendo feminista ou Amélia, os problemas vão surgir da mesma maneira... e é como vc está, sua saúde, grau de stress que vai dar a resposta e solução para esse problema.

No meu caso, depois desses anos todos pós as escolhas, algumas coisas eu teria feito diferente... mas a maioria me devolve a alegria e confiança de dizer.... faria tudo outra vez!
E mesmo assim continuo resolvendo problemas, continuo regrando o financeiro e continuo sonhando... principalmente querendo descobrir os sonhos de Deus para minha vida.... pois esses jamais vão morrer!

Agradeço pelos carinhos na prosa de ontem... por me respeitarem, por se respeitarem... e por saber que não é a minha escolha a melhor... mas sim aquela que Deus direcionar para vc... afinal, as pessoas são diferentes.
Deixo um cadin mais das côiss cádi casa... das escolhas, das economias, dos sonhos e da realidade...

Antes de recebê-las vou estar assim...
cabelos prá cima...
lavando a casa e limpando o poeirão...
Metade de mim é Amélia....

Na entrada da cozinha vai descobrir que aqui mora gente feliz!

Na porta de entrada ... também a nossa escolha...
Moramos no mundo e usufruímos das coisas daqui...
mas não serviremos a ele e suas ditaduras...

Muitos guardam a 'temida' vassoura atrás da porta...
Nós guardamos amor, acolhimento... e cor!

Em nossa mesa serviremos o melhor... que está ao nosso alcance...

E desde as cadeiras vai perceber q o estar em casa ajuda na organização e
preservação do q comprou c tanto sacrifício...

[ Faço uso dos jogos americanos para manter mais tempo possível a limpeza
dos estofados... E o plástico na mesa, q preserva e tb auxilia a não ter q se desdobrar na lida pq as toalhas estão todas sujas...]

Na cozinha temos uma galinha pra deixar um recadinho...
E nossa pequena horta para nos dar o temperinho....

Um pedacinho da casa de roça e da granja...
para nunca, mesmo aprendido falar
sem sotaque, com o português corretíssimo... esquecer de minhas origens.

E poder trabalhar com minha filhota na mão...

Sabendo que os outros filhotes estão aprontando debaixo da mesa...
tudo dentro da minha visão...

Nóis aqui num carece de muita côiss prá mode tê felicidadi não,
viu cumadi?! =}

Um bejim... e o carin sem fim docês já é motivo prá armêntá essa aligriia!
=)

27 de setembro de 2010

Amehlia Digital !



Sou Amélia

Pq decidi trocar os 'poderes'... por uma vida normal...
poder q a vida lá fora te permite por um tempo... ou te ilude dizendo que pode ser mais q outros...
Minha opção foi pelo casamento... por formar uma família... e me dedicar a essa... Na lida da casa, na comidinha feita na hora... no bolo assando... na escolha de um simples enfeite.

Minha casa não é de novela... e nem de revista... foi feita ao longo dos anos... com personalidade própria e se movimenta... tem a nossa marca. Nem por isso me tornei escrava, mal amada e subjugada pela rotina.
A vida é sempre feita de escolhas... todos os dias!
E mudo sempre para o que é melhor para mim e para minha família.

Amélia sim era uma mulher de verdade... para seu tempo, para sua época, para suas escolhas... e era feliz assim... Foi cantada em verso e prosa de maneira respeitosa...
Mesmo q todas as feministas digam o inverso... com ataques ou histerias....
Ao contrário de muitas modernas, avançadas no tempo... que não permitem que alguém ouse chamá-las de Amélia como sendo o último grau de ofensa, mas preferem ser rotuladas como cachorras, mulher hortifruti, objeto... ou termos inimagináveis. Isso as deixam glamourosas...
Existem quem faça rima em ditas melodias... mas um tempo depois não se encontra um que diga... 'ah...que saudade da...' ... pois já não existem mais.... é realidade... alguns enxergam outros preferem não enxergar.
Esse glamour tem prazo de validade curto...

Por isso respeito e admiro Amélia... sobretudo pq era uma mulher e... de verdade... como felizmente ainda existem... que administram o lar... educam e amam seus filhos... respeitam e são respeitadas por seus companheiros... atravessam o dia com a enxada urbana nas mãos... e voltam para casa cansadas, porém vitoriosas... pois não existe condenação... são dignas de todo respeito e reconhecimento.

Sou Digital

Pq em meio a tantas modernidades, avanços tecnológicos... pude escolher trabalhar... ocupar a mente com novas ideias... sem deixar a essência ser consumida... e a mente manipulada.
Uma jornada ... sendo esposa, mãe, dona de casa, designer... sem aplausos acadêmicos, linguística avançada... em um mundo onde muitos querem ser diferentes.... e conseguem apenas serem iguais aos outros.

Vivo parte do dia acalentando meu lar... enfrentando problemas de frente... fazendo o trivial...
E outra parte... na labuta, onde o financeiro é abençoado e prosperado por Deus.

Nessa metade, trabalho como designer digital... com imagens e fotos... fazendo basicamente fotomontagens ou scrapbooking. Demanda atenção, carinho e o uso da criatividade... onde a arte é sempre livre e personalizada.
Um trabalho legal e por vezes cansativo quando não se está muito inspirada... e pelas longas horas na frente do micro. Mas, quem disse que tudo na vida é doce e fácil?

Fazer o 'atelier ' virtual em casa foi uma forma de economia... e todo atendimento praticamente feito por email... assim não se gasta com celular, idas e vindas, aluguéis e tempo.
Era assim na infância... brincava de casinha e sonhava em ser grande e trabalhar...
Hoje, o trabalho é uma brincadeira envolta em fotos, lembranças e muitas cores e brinco de casinha com responsabilidade.
Crescer não é de todo ruim, né?! =D

Por isso sou Amehlia Digital!
Um pouquin de minha vida, minha história em respeito as minhas cumadis queridas... que sempre passam pela cozinha e agora puderam conhecer um pouquinho desse meu estúdio.

Um bejim grande no coração de cada uma!
=)

24 de setembro de 2010

Receita: Crepe de brigadeiro com morango

Sorria! ... cê tá praticamente na Bahia! =)

...Ôxxi cumadi mainha... Ô, mais tá... que também achava que só tinha acarajé... dendê e muito axé...
Mas quando a gente vai ver o que é que a baiana tem... descobre uma alegria massa, muita festa e uma fartura de ruma prá acabar de vez com qualquer maresia... :]

Natoralmente que tu já sabe que é Cumadi mainha Dani a dona desse tabuleiro... mas tu descobriu ligeiro, hein meu rei?! =D ... Então vamos deixar de cortar volta.... e bora se jogar nessa coisa linda e tirar toda a poeira...

Come mesmo mainha... que é muito bão!!
Depois bora queimá as caluria tirando o pé do chãaaao....
=)
Ingrediêntis : (Copiei de Dani - Cozinha sem drama )
Massa:
1 ovo
1 xícara de leite
1 xícara de farinha de trigo com fermento
¼ de copo de óleo
1 colher (sopa) de açúcar (
opcional – não usei)

Recheio de brigadeiro:
1 lata de leite condensado
3 colheres (sopa) de chocolate em pó
1 colher (sopa) de margarina
100 ml de creme de leite (
não usei )

Frutas a gosto:
Usei pêssegos em conserva
(não usei)
e morangos

Modo de preparo:
Massa:
Bata tudo no liquidificador. Numa panquequeira ou frigideira antiaderente faça os crepes do mesmo modo que se faz panquecas. Tente fazê-las fininhas.

Recheio:
Numa panela, leve ao fogo o leite condensado, o chocolate e a margarina, mexendo sempre. Desligue quando começar a soltar do fundo da panela. Quando amornar, acrescente o creme de leite e misture bem até ficar homogêneo. Reserve.

Montagem:
Em cada crepe, coloque um pouco de recheio de modo que ocupe somente metade do crepe. Disponha sobre o recheio morangos picadinhos. Dobre o crepe ao meio. Por cima, decore com pêssegos fatiados e um fio da calda de conserva do pêssego.

Se olhe!... os ingredientes... que massa!

Bater com gingado no liquidificador, vice?!

ô xente... nem bebi água de coco e já está pronto...

Frigideira grande que nem tabuleiro de cocada...

Assunte só! ...que agora tem recheio...

Brigadeiro feito com puro cacau... é nunca que faz mal...

Olha a direita, direita... moranguinho!
... esquerda, esquerda o moreninho...
bora treinar prá não errar no passinho!

...é massa! ... e é bom como o quê!

Ó paí ó!!
"... não me conte seus problemas...
hoje quero paz e quero amor... "

"... hoje tô querendo falar de coisa boa...
tô querendo gostar mais de você..."

Como diria meu painho... hoje falei mais que a nega do leite... mas era pra que mainha ficasse na rede... ligeiro já basta o tempo, né meu rei?!
Um bejim e um xêro!
=)
Pêéssi: Dedico a todas as cumadis, em especial para Cumadi Lu Klein por cuidar tão bem de minha terra... Obrigada Luh por amar tanto Minas, viu?! =}

23 de setembro de 2010

E tudo se fez novo...

.... e trouxe nova estação repleta de maravilhas!
Um céu límpido...
mostrando que a vida não deve ser somente feita de 'choro e de vela'...
mas também... com momentos bons... feito a linda flor amarela...

O dia nem havia raiado ainda e lá estava a cena que me deixou emocionada...
Primeiro existia uma distância....

... aos poucos o respeito na aproximação....

... com conversas ao pé do ouvido ele a cortejava...

... mostrando que ainda vale a pena amar.


E na hora de regar o jardim... ali estava ele... um pássaro bem pretin.... com ele havia mais 3... Quando um levantava os outros logo se escondiam...

Amizades sinceras também são assim...
na hora do problema, da dor ou da necessidade...
Sempre um se levanta para dar apoio ao que prostrado está...


Ele a trouxe para a árvore da frente... e depois voou...

... aos poucos os gravetinhos foi trazendo para fazer ali o ninho....


... ao perceber que estava sendo observado... pulou para outro lado e se colocou em alerta... para protegê-la de qualquer investida... Assim tinha que ser a vida...
Preparados...
Casais se unirão, edificarão seu ninho...
se necessário ele trará para casa a provisão...
isso não a menosprezará...
e ainda respeitará sua amada.

... e assim vi o dia se findando...
... mostrando que as cores apenas começaram ...

Minha filha disse... 'mamãe, vi essa flor e trouxe para a senhora....'
... com corações desenhados pela natureza... e cores combinadas entre si...

Filha... e eu que também vejo flores ...
... em você!


Um bejim e um doce início de estação... de ânimo e de muitas alegrias!
=)
Um vídeo das flores do meu jardim... meus filhos de asas.
Pititico cantando, meu pretin Pingoh e minha loirinha Pikenah.

video

22 de setembro de 2010

Receita: Bolinho (muffin) de café com chocolate

...bão... hoje cêis tão servida diún cafezin cum bolin?! :] ...
Como as cumadi tão sempre numa curririia mode lavá aquele ropêro sem fim... passá uma cerinha nus taco e depois usá aquele esfregão...
Botá us mininu prá brincá no terrêro... e ainda fazê a marmita pro cumpadi levá prá lida....
Achei q seria mió facilitá a prosa fazenu tudo juntin... Assim come e bebe ao mess tempo, né?!

O dificêr mess foi achá us 20 ml do gulin da caninha q tava na receita...
Tive quíisperá u butiquim abrí mode comprá a marvaada...
e o pió foi pedir prá tia embruiá prá viági prá num perdê o gás... °[O.o]° ...
ela deve ditê pensado q eu já tava mêi curtinu na manguaça.... :]

Foi cumadi Talita... moça prendada um tanto e bunita ... quíinsinô!
E ainda deu a dica de fazer cum café Jacu...
Ô cumadi!!... bem q o povo diz qui nóissamô mêi jacu da roça... mah num samô bobo, não viu?! ...
vê bêin sí nóis vai querê adoçá o cafezin... cuns cocozin dus bichin... =D

Cáín casa nóis só bebe guaraná...
Prá num ficá bebim u dintêrim!!
=)

Ingrediêntis: (Copiei de Talita - Chocorango)

100g de manteiga sem sal, em temperatura ambiente
190g de açúcar
1/2 colher (chá) de sal
2 ovos grandes, ou 3 pequenos
200g de farinha de trigo
15g de cacau em pó
150ml de café forte sem açúcar, frio
20ml de rum
2 e 1/2 colher (chá) de fermento em pó

Preparo
1. Pré-aqueça o forno a 180˚C. Reserve uma forma retangular com capacidade interna de 2 litros.
2. Bata a manteiga com o açúcar e sal até formar um creme claro e fofo. Acrescente os ovos, um a um, batendo bem após cada adição.
3. Misture a farinha e o cacau e junte à massa intercalando com o café e o rum. Bata só até incorporar. Junte o fermento em pó e misture delicadamente com uma espátula. Não misture demais.
4. Coloque na forma reservada e asse por 30-40 minutos ou até que passe no teste do palito.


Cafezin... passado na hora e friin, viu?

Separa tudo aí prá facilitá...

Bater bem até ficar branquin...
mas logo vai ficá escurin...

Juntar o cacau e o trigo...

Intercalando com o rum e o café...

Misturei e ficou assim... bem morenin, né?!

Coloquei na forminha de fazer bolin....

por minha conta acrescentei umas gotinhas de chocolate ao leite...

E cobri com o restante da massa...

Prá falá a verdadii nem carecia de íi pro forno...
pq cum calorão qui tá aqui
inté eu fico assandu... :(


Gosto purdimais de café... e por isso sô suspeita prá elogiar...
Mas ficaram tão fofinhos e com um cheirinho bom pela casa...
que deixou aquele gostin de quero mais...


Os bebezinhos ficaram bronzeadinhos assim...
já com a carinha do verão...

Dedico para minha mana q fez níver ontem...
Chegou nos Enta fia... agora aguenta... =]


E esse é meu bombonzin de café... com a carinha dourada côdisol...
de tão lindo que é... tenho vontade de dar umas mordidinhas... =}

Um bejim grande procê cumadi que parô aqui un cadin... mess sabendo que o relogin num sussega, né?! Fico agradecida com esse carin... viu?!
=}
Procês uma musiquinha de roça com os minerim de beagá...
cantanu u quí nóis canta e bebenu u quí nóis bebe!
Cesár Menotti e Fabiano