19 de dezembro de 2014

Encerrando ciclos - Começando novos!

Sempre é preciso saber quando uma etapa chega ao final. 
Se insistirmos em permanecer nela mais do que o tempo necessário, 
perdemos a alegria e o sentido das outras etapas que precisamos viver. 
Encerrando ciclos, fechando portas, terminando capítulos - não importa o nome que damos, 
o que importa é deixar no passado os momentos da vida que já se acabaram. 


Foi despedido do trabalho? Terminou uma relação? 
Deixou a casa dos pais? Partiu para viver em outro país? 
A amizade tão longamente cultivada desapareceu sem explicações? 


Você pode passar muito tempo se perguntando por que isso aconteceu. 
Pode dizer para si mesmo que não dará mais um passo enquanto não entender as razões que levaram certas coisas, que eram tão importantes e sólidas em sua vida, serem subitamente transformadas em pó. 
Mas tal atitude será um desgaste imenso para todos: 
seus pais, seu marido ou sua esposa, seus amigos, seus filhos, sua irmã, 
todos estarão encerrando capítulos, 
virando a folha, seguindo adiante, e todos sofrerão ao ver que você está parado. 


Ninguém pode estar ao mesmo tempo no presente e no passado
nem mesmo quando tentamos entender as coisas que acontecem conosco. 
O que passou não voltará: não podemos ser eternamente meninos, adolescentes tardios, 
filhos que se sentem culpados ou rancorosos com os pais, amantes que revivem noite e dia uma ligação com quem já foi embora e não tem a menor intenção de voltar.


As coisas passam, e o melhor que fazemos é deixar que elas realmente possam ir embora. 
Por isso é tão importante (por mais doloroso que seja!) destruir recordações, 
mudar de casa, dar muitas coisas para orfanatos, vender ou doar os livros que tem. 
Tudo neste mundo visível é uma manifestação do mundo invisível, 
do que está acontecendo em nosso coração - e o desfazer-se de certas lembranças significa também abrir espaço para que outras tomem o seu lugar. 


Deixar ir embora. Soltar. Desprender-se.
Ninguém está jogando nesta vida com cartas marcadas, 
portanto às vezes ganhamos, e às vezes perdemos. 
Não espere que devolvam algo, não espere que reconheçam seu esforço, 
que descubram seu gênio, que entendam seu amor. 
Pare de ligar sua televisão emocional e assistir sempre ao mesmo programa, 
que mostra como você sofreu com determinada perda: 
isso o estará apenas envenenando, e nada mais.


Não há nada mais perigoso que rompimentos amorosos que não são aceitos, 
promessas de emprego que não têm data marcada para começar, 
decisões que sempre são adiadas em nome do “momento ideal”. 
Antes de começar um capítulo novo, é preciso terminar o antigo: 
diga a si mesmo que o que passou, jamais voltará. 


Lembre-se de que houve uma época em que podia viver sem aquilo, 
sem aquela pessoa - nada é insubstituível, 
um hábito não é uma necessidade. Pode parecer óbvio, pode mesmo ser difícil, 
mas é muito importante. Encerrando ciclos. 
Não por causa do orgulho, por incapacidade, ou por soberba, 
mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais na sua vida. 
Feche a porta, mude o disco, limpe a casa,  sacuda a poeira. 
Deixe de ser quem era, e se transforme em quem é.


E lembra-te:
Tudo o que chega, chega sempre por alguma razão!


Este texto vem de encontro com meu novo momento... 
Estou encerrando ciclos!
Tenho mudado de atitudes, mudado a alimentação, adquirindo novos hábitos, 
abrindo a mente e retendo aquilo que é bom.

Espero continuar nessa toada e melhorar a cada dia... interna e externamente!
Começarei novo ciclo, nova página e nova morada!
O tempo que vai durar... Deus e o tempo dirá. 
Mudar é a palavra e para ter vida é preciso: Atitude!
Vamos dar o primeiro passo, colocar o pé e vamos ver a fé agir.

Esta será o última prosa do ano, por isso desejo a você e à sua família...
Um novo tempo com mudanças para melhor!
Feliz natal e um ano novo abençoado, cheio de coragem e de boas energias!

Um bejim especial!
=)
Notas:
1. Estarei no Facebook e Instagram.
2. Fotos: Tirei na Festa da Cerejeira no Parque do Carmo - SP.
3. Texto: Fernando Pessoa.

9 de dezembro de 2014

Você tem fome, de emagrecer? - Bolsa bordada

Fome: s.f. Necessidade de comer.
A prosa de hoje é pra você que precisa entender como emagrecer... pra sempre.

Todos os obstáculos têm início em um lugar: Mente!
Nosso corpo é o reflexo físico das escolhas que fizemos ao longo da vida.
Para mudar, para transformar os erros cometidos em novas e corretas atitudes você tem 
que começar na sua consciência.

Eu só entendi que meu corpo pedia socorro "tarde". Ele me mandava sinais?! Sim, mas eu não entendia por ignorância (falta de conhecimento), imaturidade (achar que se é jovem pra vida toda) e a mais complexa de todas as informações... não eram sinais de uma doença física simplesmente e sim com raiz no psíquico, no emocional. Essa é a parte mais difícil de se entender, tomar consciência, aceitar e tratar.

Meu caso não era ganho de peso e sim perda... que resultou em anorexia nervosa.
O tratamento é o mesmo para ganhar ou para perder peso e vou ensinar aquilo que tenho aprendido e que tem transformado a minha situação. 
Venci  a anorexia, venci uma etapa, mas faltam outros obstáculos, outros problemas causados por erros e outras lutas que naturalmente virão, mas, estaremos mais fortes e melhores preparadas se começarmos agora!

Entenda... leva tempo, requer dedicação, persistência?! Sim!
Mas, o estrago não foi feito da noite para o dia, no final de semana, na festa do natal... "investimos" (mesmo que sem saber) durante anos no erro, 
o acertos vão começar e vão dar certo... mas há algo que precisamos aprender: Paciência!

Comer é uma maneira natural de se sentir feliz. Comer em excesso, não!

Você tem fome de quê?!



Comemos pois sentimos fome. 

Mas se isso acontece além, qual é o motivo?! Insatisfação. 
Quando conseguimos entender o que nos motiva a comer sem parar, sem fome ou o contrário, perder cada vez mais a fome, o desejo pelo alimento, 
algo está errado e não é com seu estômago ou com sua força de vontade... 
está errado com sua mente, seu emocional, seu coração!

Talvez você nem tenha conhecimento disso, ache que está 'aparentemente' bem. Porém, se começar a procurar, limpar gavetas, abrir armários trancados, baús esquecidos vai encontrar arquivos em seu HD que podem te surpreender, te machucar e arrancar casquinhas de feridas antigas.

A primeira pergunta é?! Estou disposta?!... e aí as demais surgem...
Tenho coragem? Quero mudar de verdade? Como pedir ajuda? Onde procurar?
Não adianta ir na banca e comprar a revista com a nova dieta, não vai funcionar a longo prazo posso te garantir!

A comida sozinha não pode te dar toda a satisfação que você precisa.
Ela vai encher seu estômago, mas não vai preencher seu coração, apagar aquela dor, consolar uma rejeição, sarar as frustrações, devolver o que te foi roubado... 
não vai, sinto muito! Eu entendi isso na pele.

Devemos nutrir dessa maneira:
- O corpo: Com alimentos saudáveis.
- O coração: Com alegria, compaixão e amor.
- A mente: Com conhecimento.
- O espírito: Com serenidade e consciência pessoal.


Muitas pessoas relacionam a comida com sua felicidade pessoal, mas, sem o devido controle, se elas não estão bem, curadas emocionalmente é o mesmo que entrar em uma roda gigante pensando que vai se divertir, brincar. 
E na verdade vai ser assim:

Alimentação normal -> Alimentação em excesso -> Ansiedade -> Vício alimentar

- Alimentar-se normalmente: É bom.
- Alimentar-se em excesso: Parece bom durante o momento, mas leva a resultados ruins a longo prazo.
- Ceder à ansiedade: Não é bom de jeito nenhum! De imediato surgem o remorso, a culpa e a frustração. 
- Ficar viciado em comida: Leva ao sofrimento, ao declínio da saúde e à total falta de autoestima.

Começamos a comer em excesso para compensar alguma falta.

Você tem falta de quê?!



Quem faz regime repete o que já não funcionou antes.

Se privar, comer ou beber aquilo que não se gosta pois a dieta te obriga... vai funcionar sim, pra vestir aquele vestido no casamento da sua amiga, porém não vai durar ou transformar seu corpo no ideal, saudável e feliz.

Você já não está bem dentro, por fora parece ainda pior, estressada, nervosa, frustrada, ansiosa, se sentindo a maior das criaturas, sem autoestima... 
Fazer regime pra te tirar o alimento, o doce, o lanche, a torta, o bolo recheado que mais gosta não vai melhorar!

Fazer a gente se sentir pior não funciona. 
Portanto, siga o próximo regime da moda se quiser. 
Somente quando entender que a satisfação é melhor do que se privar, 
os regimes drásticos não te tentarão mais.


Como posso me salvar?!

A resposta que te dou com base na minha experiência é a seguinte: 
Se você não resolver aos poucos o que está dentro, dentro do seu coração, dentro do seu subconsciente (coisas que nem imagina que te afetaram, ou não se lembra como fatos da infância...), dentro da sua mente, dos seus poros... não há como transformar o lado de fora!

Pode-se maquiar, cobrir com lindas roupas, fazer plásticas, mas no fim tudo isso vai ser em vão.
As pessoas olham o exterior, mas só você sabe o que se passa no seu coração, só você sabe o quanto é difícil viver a sua vida, sabe das suas dores, doenças e dissabores. 

Enquanto achei que psiquiatras e terapeutas eram coisas pra gente doida, mal sabia que me tornava uma! Louca de fato... 
sempre correndo, agitada, ligada no 220, perfeccionista, mania disso, mania daquilo... 
uma doente com o vírus do mundo moderno, que triste!

Meu conselho é: Procure um médico, não para se entupir de medicamentos, tarjas-preta, mas para saber se já existem doenças orgânicas causadas pelos problemas emocionais.
A doença da alma é silenciosa! Não a alimente mais com tristezas!
Vá, desabafe, diga o que sente e o que não sente, o que sabe e o que não sabe... busque ajuda, orientação.

Segundo passo: Busque uma terapia, um psicólogo. Fale de sua vida, a raiz do problema vai aparecer e você vai ter ajuda para enfrentar, para tratar e sarar as feridas que foram somente esquecidas.

Terceiro passo: Faça atividade física, sem precisar gastar, caminhe.
Movimente-se em aparelhos de parques ou alongue-se ao ar livre.

Comece devagar... mas comece!

Se tiver condições financeiras faça massagens para aliviar o estresse, faça yoga, liang gong, tai chi, muitas prefeituras disponibilizam em praças algumas atividades.

Faça orações, meditações, relaxe. Ouça boa música para alegrar e principalmente acalmar os batimentos cardíacos.

Comece a se reeducar na alimentação, não tire tudo de uma vez, mas vá substituindo e diminuindo aquilo que faz mal.
Hidrate-se!

Procure uma nutricionista se for possível, ela pode te ajudar muito dentro dessa nova realidade que está vivendo, com novos sonhos, novo foco, novos desejos e entendimento do que realmente aconteceu e está acontecendo.

Se não houver consciência não haverá mudanças definitivas!

E você só alcança consciência, entendimento a partir do momento que se conhece, que consegue conversar com o seu interior.
Neste momento uma nova realidade vai se abrir pra você e começará ser livre, livre para se aceitar, para se amar, para querer mudar, para não se torturar mais, não se ofender, não dar ao seu corpo aquilo que o maltrata, aquilo que agride. 

Você se respeitará e fará sem esforço que todos ao seu redor te respeitem também e se não quiserem, não farão falta!

Seja livre!



Algumas religiões não aceitam o uso de profissionais 
pois consideram que Deus pode curar.

Eu também acredito em Deus e acredito que Ele pode fazer todas as coisas, inclusive curar.
Mas, o mesmo Deus deu inteligência ao homem e o capacitou para o trabalho...
Um médico psiquiatra estudou para entender a mente e muitas feridas não tratadas se transformam em doenças físicas, em câncer, em gastrite, em úlcera, em insônia, em apetite desenfreado, em raiva, em desespero, em vontade de morrer, em vontade de explodir o mundo! 

Pessoas morrem, se matam, ferem os outros e muitas vezes nem sabem o que as levou tomar tal atitude. Cada caso é um caso, estude o seu, cuide de sua vida, de sua saúde e do seu jardim!
Trate-se! Se respeite e não permita viver sua vida somente pelo que os outros ditam, os outros vão achar.

Deus completa a boa obra! Deus faz novas todas as coisas e pode transformar tudo até lembranças e feridas mais difíceis, mas antes, você precisa dar o primeiro passo!
Creia, tudo vai melhorar! Com calma as coisas vão se ajeitando e você vai cuidar não somente do exterior, da vaidade, mas da alma linda que tem!

Demorou 2 anos (2013/2014) pra eu vencer a anorexia, com esses passos, com dedicação, com muito choro, vômitos, enjoos, fadiga... mas, a cura completa demora é um cuidado pra sempre que terei comigo e estou disposta a isso...
pois se eu não me amar primeiro ninguém o fará por mim!

Boa sorte, bons pensamentos, boas energias e muita fé em Deus!

Um abraço apertado!
Vinni

Artes, prosa e livro

- Bordei essa menininha com flores para a primavera, fiz uma bolsinha com costura reta e usei uma fita xadrez para a alça. Minha filhota tinha feito o fuxico para enfeitar.
A intenção é usar para levar livros, assim podemos descer no condomínio para ler nos bancos, tendo o cuidado de não sujá-lo.

- Indico o livro Você tem fome de quê? - Deepak Chopra, foi com base em seu ensinamento que surgiu a prosa de hoje. O livro por si só não te mudará, mas é uma ferramenta que ajuda a continuar dando passos para frente.


27 de novembro de 2014

Passeio, paciência e paz!

Consigo sentir paz, alívio depois de elevar meu espírito a Deus em oração. 
Tranquilizar a mente com bons pensamentos, música de qualidade, meditação...
mas fazer isso ao mesmo tempo conseguindo relaxar também o corpo físico só 
através do contato com a natureza. 

Amanhecer aquecida pelo sol, perceber as texturas em cada folhagem, sentir o perfume 
das flores, pisar na grama e iluminar os olhos com as estrelas repousando à luz da lua... 
é um presente de Deus para revigorar.

Há um tempo atrás fomos passear em Louveira em um Hotel fazenda e voltamos com
energia renovada, boa e saudável energia!
Provamos a comidinha deliciosa do campo e aproveitamos a sesta na rede...
recolhemos folhas de eucalipto pra usar em casa e aproveitamos cada momento em família, 
com abraços, brincadeiras e momentos em silêncio também!

Assim recebemos força e enfrentamos as adversidades com sabedoria, paciência e fé!










Tô indo agora
Pra um lugar todinho meu
Quero uma rede preguiçosa pra deitar
Em minha volta sinfonia de pardais
Cantando para a majestade, o sabiá!


Que a paz possa inundar seu lar e que haja força e ânimo pra você vencer o que está
enfrentando nesse momento!

Um bejim!
=)

20 de novembro de 2014

Ainda é primavera! - Sachê e bonequinha

Mesmo sem ainda ter muita habilidade fiz essa menininha. Queria que minha filhota 
levasse para o hospital... Era uma maneira de saber que estaríamos ali com ela 
e que teria o cheirinho de casa para se lembrar e querer melhorar logo.

Ficamos assim, olhando de longe e aguardando Deus operar em todos os momentos.
E assim foi...
Agora estamos em casa, felizes!









Para o início da Primavera tinha bordado a almofadinha com um carrinho de mão cheinho 
de flores... perfumei com lavanda e deixei enfeitando a sala.
Com a dedicação aqui em casa com a Nath nem tive tempo de postar e pouco tenho 
visitado as cumadis queridas, perdoem-me!

Desejo que os bons ventos e o cheirinho das flores da estação cheguem ao seu lar!
Obrigada pelo carinho, sempre!

Um bejim!
=)


15 de novembro de 2014

Viver é uma delícia!

A vida é feita de amor, sonhos e inspirações.
Amo os meus com todas as minhas forças...
Sonho de dia, de noite... acordada, dormindo, de madrugada...
E busco intensamente por belas inspirações.

E assim sinto que viver é mesmo uma delícia!
Por isso...

Desejo que suas mãos sejam sempre abençoadas...
Sua mesa farta de alimentos e qualidade nas palavras de sua boca.
Que a natureza de Deus seja incondicional como é Seu amor, por você!

Haja pão em sua casa, sempre! Mas, que sua alma também se alimente de coisas boas.
Beije muito seus amores...
Encontre muitas cores, muitas flores em seu caminhar.
Seja natural, agradeça... pule e grite!

Tenha sempre um cântico de vitória na ponta da língua...
prá cantar e dançar aos quatro cantos em comemoração.
Viaje o mundo se for possível, mas volte...
conte o que se passou, o que se passa e abrace muito.

Seja livre!






A filhota está se recuperando bem, graças a Deus! 
É um tempo de calma e paciência para que tudo se ajeite. Temos visto a mão do nosso Senhor
em todas as coisas e por isso cremos... que tudo só vai melhorar!

Obrigada pelo carinho de vocês, viu?!
Um bejim!
=)

4 de novembro de 2014

Doce novembro!

Preciso de uma vida inteira pra agradecer o carinho extremo que recebemos nesses dias turbulentos...
Deus nos prometeu anjos para estarem ao nosso lado, nos servindo, nos ajudando e 
vimos um exército deles... no campo espiritual... e também vestido de amigos!

Eles estiveram no hospital cuidando da minha filha, deixando recados aqui nos 
comentários do blog... mensagens de apoio, força e boas energias pelo facebook.
Como agradecer tão grande e rico amor?!


" Grandes coisas 
fez o Senhor por nós, 
por isso estamos alegres. " - Sl.126:3


Minha Nath foi muito corajosa e fiel em suas orações... Deus a atendeu!
Venceu a cirurgia, os dias na Uti e já está em casa se recuperando...
Com calma, paciência e dedicação tudo se tranquiliza e voltamos a respirar aliviados.

Que Deus os abençoe em todo tempo pelo bem que fizeram a nós...
Gratidão!

Tudo só vai melhorar!
Um bejim!
=)