11/09/2014

Tropeiro de feijão de corda - Deus e eu no sertão!

{ Não tenho vergonha de mostrar a minha paixãaao... 
Uso bota e fivela e um laço na mão!
Monto em cavalo bravo, cantando música sertaneja e tocando meu violão! }
Aôoo lasquêera!... mundão véi sem portêra!!!

- Prosa

Já se passaram 'milianos' desde que me casei com um paulistano e vim morar na cidade grande. 
Gosto muito (muito mesmo!) de São Paulo, mas, não há como se acostumar com esse trâaansito, 
violência e poluição. Está cada dia mais difícil morar aqui... 
porque viver pra mim é oooutra história!

É por isso que tento manter dentro da 'selva de pedras' o meu 'roçado'... 
Sinto falta do interior, falta das pequenas gentilezas, da simplicidade e do contentamento
com poucas coisas... tendo em contrapartida muita generosidade, amizades verdadeiras e 
um farturão danado... horta, ervas, flores e frutos.

Deus tem o tempo certo para todas as coisas... e o meu tempo de pegar o estradão de 
terra rumo a porteira aberta uma hora vai chegar!

Não importa onde a gente mora...
porque o Lar é onde o coração está!!


♫ Nunca vi ninguém
Viver tão feliz
Como eu no sertão


Perto de uma mata
E de um ribeirão
Deus e eu no sertão


Casa simplesinha
Rede pra dormir
De noite um show no céu
Deito pra assistir


Deus e eu no sertão!


Das horas não sei
Mas vejo o clarão
Lá vou eu cuidar do chão


Trabalho cantando
A terra é a inspiração
Deus e eu no sertão


Não há solidão
Tem festa lá na vila
Depois da missa vou
Ver minha menina


De volta pra casa
Queima a lenha no fogão
E junto ao som da mata
Vou eu e um violão


Deus e eu no sertão! ♪


- Receita - Tropeiro com Feijão de Corda

- Aqui em São Paulo tem ótimas Casas do Norte, com produtos fresquinhos e à granel.
Fiz um tropeiro com feijão de corda.

Feijão cozido normal. Em uma panela grande fritei bacon em pedacinhos, logo depois 
acrescentei alho picadinho, cebola picadinha, folhas de louro e deixei levemente dourar.
Juntei o feijão (sem o caldo), temperei com sal, pimenta e coentro picadinho.

Em uma frigideira à parte fritei os ovos e a linguiça. Misturei ao feijão, acrescentei 
farinha de mandioca e farinha de milho.

- Servi nas mini panelinhas esmaltadas pra matar a sardáaadi de Minas Gerais e deixar
mais aconchegante o meu roçado aqui na capitáar!


Cês fica tudim com Deus, viu cumadi e cumpadi?!

Um bejim!
=)
Notas:
1. Produto: Mini panela esmaltada - Ewel Esmaltados.
2. Música: Deus e eu no sertão - Victor e Léo.

44 comentários:

✿ chica disse...

QUE LINDO E BEM MOSTRADO POST.LINDO TUDO!GOSTEI DOS ENFEITES, DA COMIDINHA... e TENS RAZÃO! EU TAMBÉM NÃO AGUENTO MAIS O TRÂNSITO E INSEGURANÇA, AQUI DE P.ALEGRE! BJS, CHICA

Carol Sena disse...

Nossa lembrei da minha avó! Ela amaaaaaaaaa fazer esse feijão e eu amooooooo essa musica. Minha avó mora num povoado no interior da Bahia e eu assimilei essa musica com o ela. Ela não gosta de morar aqui.... e ela tem razão neh! bjusss

Mariangela disse...

Que delícia menina...tem tudo que eu gosto, inclusive a nossa comida...mas sem coentro é claro!rs... porque mineiro não come coentro uai!rs
Amo vir aqui...
Beijão
Mariangela

cida silva disse...

Oi já ouvi falar muito desta receita mas nunca tive a chance de experimentar. Pelas fotos me parece muito gostosa. Tem bastante sustância né amiga. Bjs.

São Ribeiro disse...

Nunca comi , gostei do ingredientes e o aspecto agradou-me bastante
Lindas fotos
bj

Maria Marta Marques disse...

Guria do céu que post lindo,e essa comidinha minera "é tudi bão UAI"tenho muita vontade de conhecer Minas e nada de regime por lá né! porque tem cada comida de sustância.Aqui no RS temos uma comidinhas boas também.
bjs
Marta

piteis da dinha disse...

Que lindo menina!

Eu sou do centrão mesmo do Rj, mas adoraria morar no interior. Um dia ainda me mudo kkk
Bjssss querida
O tropeiro ficou maravilhoso!

Simone Felic disse...

Falou tudo , nosso lar é onde está nosso coração , demorei a entender esta palavras , até que deu aquele estalo .
beijinhos
http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

Mary - Strawberrycandy disse...

Lindas fotos, palavras para quê,....
Beijinhos,
Espero por ti em:
https://www.facebook.com/omeurefugioculinario
http://www.strawberrycandymoreira.blogspot.pt/

Kátia Brito disse...

Vinni,ate eu que sou carioca,do Rio de Janeiro,fiquei com saudades da linda e aconchegante Minas Gerais. Oh terra danada de boa! Posso imaginar o quanto lhe faz falta a vida la,mas como voce bem disse,tudo tem seu tempo ,ne?! Bem, em Sao Paulo ou em Minas Gerais,desejo que continues feliz com tua familia abencoada,vivendo dias de paz,saude e muita luz. Ah, adorei a receitinha! Beijinhos,Katia.

Ana Paula disse...

Adorei encontrar aqui as palavras gentilezas, simplicidade, contentamento.
Beijo!

Adriana Balreira disse...

Que imagens mais lindas! Amo comidinhas assim. E essa sua ficou mesmo um primor! Adorei a prosa!
Beijos
Adriana

Patrícia Faria disse...

Olá, amiga!
Eu nasci e sempre vivi em São Paulo, não conheço um lugar assim como o que vc descreve, mas confesso que sinto falta de pequenas gentilezas, de simplicidade e contentamento com as poucas coisas, quem sabe um dia tbm vou para um lugarzinho assim :)
Deliciosa receita, será que arrisco? rs!
Monte de bjsss!!!

decorar e cozinhar disse...

BEM NÃO PRECISO NEM FALAR DESSA DELICIA...
agora o que essa galo de raça tá fazendo por ai que ainda não veio dá um bordejos por aqui minha galinhada ia amarrrrrrrrr
então fica avisa se ela não cantar é por que fugiu pra cá.
beijocas,sejamos gentil.
olha você viu o tag que deixei pra você lá em casa , bem senão passa lá e fica a vontade de realizar ou não...
nome é
rotina de uma blogueira.do dia 06/08

Patty Rocha disse...

Eu vou continuar sendo fão do seu blog em SP ou no interior comadre!
Eu concordo, sai do vuco vuco e mudei tb. Qualidade de vida!!!!
Não gosto de feijão, mas ameeei suas fotos e essa mini panela ownnn!!!

Beijokas!!!

Lívia Mathias disse...

Amehlinha, que delícia vir aqui ler sua prosa! Na hora do intervalo reúno c "azzamiga" e todas ficam elogiando. Parabéns!!
Capital?? Never!! kkkk
Anotando p fazer o tropeiro!!! Bjinhos! Livinha

DeAraújo Vilma disse...

Oh! Lord! Cada foto de babar!
Amei essa luminária!! Moro em cidade pequena no exterior e não troco.
Post belíssimo!
Não encontro esse feijão e amo tropeiro! Bela panelinha!

Kisses for you!!

DeliCE disse...

Oiii, tudo bem? primeiro quero agradecer a sua visita em meu bloguinho, para mim é um privilégio ler o seu comentário. adorei o seu post, eu tenho quase 6 meses que mudei de cidade porque casei, estou amando a vida de casada. mas, sinto falta demais da casa dos meus pais. eu não nasci para morar em cidade grande( movimentada).Por enquanto não consegui atuar em minha formação. Só estou em casa adoro cuidar da minha casinha e todo dia tento fazer uma arte.Não vivo sem artes... um caloroso abraço!!

Maria disse...

Lindo...e delicioso Amehlia!!!
Bjs
Maria

Patricia Merella disse...

Ola querida,eu lhe entendo
pois nasci no interior da Bahia e fui adolescente viver em Salvador.Trago comigo minha alma camponesa e sou grata a Deus por me permiti viver ca,uma pequena vila na Belgica.Este feijao deve esta muito nom. Desejo q possas um dia realizar teu desejo.beijinhos

Casa de nós dois disse...

Ai, aiii!!! seus post me fazem chorar, tbm sou de interior e suas lembranças também me faz lembrar de muita coisa boa, cheiro de terra molhada, canteiros com cheiro verde, pimentão isso eu vive bem criança na casa de minha vó (que sinto muita saudade) sempre que íamos lá nossa!!! era festa época de amizades verdadeiras, hoje esta cada dia mais escasso amigos de verdade as pessoas eram bem mais felizes com bem menos, hoje resta só muita saudade de tudo isso... Bjuss querida! fica com Deus

Kátia Brito disse...

Querida,bom dia! Passei para agradecer a visita e carinho,fiquei muito,muito feliz. Que voce tenha um final de semana muito abencoado,com muita paz,luz e amor.Beijinhos para voce e sua filhota. Katia.

Angélica D disse...

Hola Amelia querida !! Ti viajo muy seguido de paseo a Brazil es un lindo país .. Y siempre que voy como feiyoada !! Es muy rica !!

disse...

AMO essa música, ela traduz acima de tudo que o simples também pode te fazer FELIZ, a FELICIDADE está nos detalhes.
Beijos um ótimo final de semana.

Bell disse...

Cumadre

Que imagens lindas.
Eu tb amo Victor e Léo


bjokas =)

Morar bem disse...

Não me canso de dizer, seu blog é apaixonante!!
Você transforma tudo em carinho, inspiração. Uma menina cheia de luz!

Nunca comi com feijão de corda, vou buscar na casa nordestina. Que lustre delicado e fotos perfeitas.

Paz e bem! Bom finde!

Morar bem disse...

Não me canso de dizer, seu blog é apaixonante!!
Você transforma tudo em carinho, inspiração. Uma menina cheia de luz!

Nunca comi com feijão de corda, vou buscar na casa nordestina. Que lustre delicado e fotos perfeitas.

Paz e bem! Bom finde!

Blog Dona Ingrid disse...

Que amor essa panelinha!

Bom final de semana!

Ana Carla disse...

Olá Amelhia!
Querida, que bela reflexão!
Mas como vc falou não importa onde a gente mora, nosso lar onde o coração está, onde Deus nos quer, pois onde Ele nos quer, é o melhor lugar!
Eu e meu marido também sentimos falta de morar em uma cidade mas tranquila, mas ao mesmo tempo temos paz que ainda é o tempo que Deus nos quer aqui em São Paulo! Por isso somos felizes, né?!
Bjo!

Angela Cristina disse...

Tarde cumadi, como t´tudo ai??
kkkkkkkkk. Também amo a simplicidade da vida... acredito que é por isso que ainda vivo por aqui. Tenho medo de mudar e não me acostumar. Tenho tudo que preciso e a cidade grande fica somente 25 minutos de casa então estou bem confortável hehe.
Minha vidinha é modesta, sem muito luxo mas acredito que a verdadeira felicidade está nos pequenos detalhes não é minha flor?
amei seu post, lindo demais!!
Amo estar aqui com vc!!
Beijossssssssss.

Anônimo disse...

Oi mamãe.... amei a postagem.
Tudo o que a senhora faz é sempre bom.. feito com amor.
Gosto muito desse carinho.
Te amo muito
bjs

Cantini Nath disse...

Que fotos lindas... amo a roça, principalmente a comidinha.
Amei.
Beijocas, Nath
=)

ღღღღ Cici ღღღღ disse...

Eu, que nunca morei no interior, já sinto muita falta de contato com a natureza... imagine quem veio de lá. Esta 'selva de pedra' nos mata aos poucos, essa é a verdade. kkkkkkk
Preciso falar que amei as fotos? Viajei no seu post.
Bjns
:)

Arroz Di Leite disse...

Olá Vinni,

que magia!!! Olha não sei do que mais gostei da prosa ou da comida. Mas, como não sou boba não vou ficar com os dois.

Aproveito para informar que o endereço do meu blog mudou para

http://arroz-di-leite.blogspot.com.br/

para que você possa atualizar o seu arquivo de endereços.e não perca nada lá no meu blg.

Beijos

Tânia Camargo

Saron... disse...

Eita feijãozinho bão!!!kkk
Eu concordo, viver na cidade de pedra esta cada vez mais dificil...
Bjos

Fátima Oliveira disse...

Oi Amehlia!
Menina esse teu feijão, me deixou com água na boca... adoro essa comidinhas por mais da conta!
Beijos!

lenalima disse...

A vida é assim amiga, eu tenho sdss de S.Paulo onde vivi e trabalhei por alguns anos, depois conheci um Gaúcho e me trouxe para o Sul.....
aqui é bom demaisss, mas faz muito frio, e eu adoro calor.
Sempre quis voltar para a minha terrinha Jundiaí, mas não deu e nem vai dar, depois que mamis se foi perdeu a graça!
A comida melhor que já comi foi a mineira, não tem igual!

adorei sua postagem.
Boa semana amiga!
bjsssssssss

Aline Lima disse...

Ai que delicia! não achei que era tão fácil assim fazer esse feijão maravilhoso, só comi desse feijão uma única vez na minha vida e estava muito gostoso, agora lendo sua receita minha boca encheu d'água vou ter que fazer ai eu te conto como ficou tá bjusss!!!! amei seu blog <3

Daniella Alves disse...

Que lindo seu blog,amei as fotos. <3
E adorei a receita.
Beijos

Bruxa disse...

Bom dia, bom dia!

Concordo plenamente com vc e ainda comentava em outro blog ontem, que Sampa está terrível. Não é só o trânsito, é a vida robotizada e a falta de tempo, pois perdemos tanto tempo em nos locomover de um lugar pra outro que sair de casa é algo a se pensar, ainda mais qdo passamos quase todo o dia no trabalho e nos "translados" rsrs.

Sinto saudade da simplicidade, dos locais com pouca gente, das gentilezas... assim como vc e olha que nunca morei num local diferente daqui, mas cresci no meio das plantas e animais, então...

Sou grata por poder manter na caverna real um pedaço de paraíso de bichos e plantas, sou grata pela mãe e a vó também terem passado tudo isso pra nós. Essas dádivas nos mantem recarregados para a loucura dessa cidade.

Gostei do galinho pendurado, uma graça.

Abração e lindo dia.

Marcia Ruiz disse...

Deve bater mesmo saudades. Acho que ninguém mais está conseguindo viver nas cidades. Vai ter retirada para o sertã daqui algum tempo, rs. Amei suas fotos e seu jeitinho mineirim. Fique com Deus e beijos!!

Carmen Ferreira disse...

Oi Vinni
Chegar nesse blog é como conversar com a cumadi e o cumpadi e depois ainda receber receitinha do coração...amooo
bjos minha linda

Mira disse...

Gostei muito Amehlia, eu também cansei
da cidade, gostava de viver numa aldeia, é como chamamos o interior,
o apelo á terra, ás origens, fala
mais alto, tudo de bom amiga, seja
feliz em SÃO PAULO ou no SERTÃO, beijo

Coc Piccole disse...

Hermosas tu blog elogios Amehlia, soy su lector desde hace bastante tiempo, y están dispuestos a seguir siendo, porque en tu blog minteressanti hay un montón de cosas, pero sobre todo bellas fotos ☺ hasta pronto y buen domingo !! www.Coccinellecreative.blogspot.com