29 de março de 2010

Pap Vídeo - Amélia e Cozinha Interditada

... a cozinha tá interditada prá fazê as merenda... mas a copa não, viu?! Então as cumadi arréda us banquin e fica tudo a vontadii q trago uns bolin de pacotin... =)

Agradeço nossa cumadi Camilinha e o cumpadi prendado Richie (da cozinhaseletiva, ops, digo coletiva..rs... a gente perde a amizade mas num pode perdê a piada, né assim o ditado cumpadi?!=D) ... por sentirem falta da prosa e do cafezin di minêro...

Dimodus qui vim avisá que us hômi já tão tudo partindo íin retirada... tá nu finzin mess do puxadin e agora tô deveras mais prá Amélia que Digital... :)
Nem mega-sena acumulou tanto quanto u pueirão aquídicása... Jesuízmaríjuzé ...mas é mess assim que é, né?! Adispóis miora...

Mah que tá dureza di amá Tereza, tá viu?!
Óia iêu aíimbáxu de Amélia limpanu minha cozinha...
:]

Depois de tomá muito cházindisumissu... nossa cumadi Cláudinha apareceu... Que aligríia fia... te ter aqui foi um Doce Encontro... e pedido das amiga é órdi, né?!

Segue um PAP de como colocar vídeo do Youtube no blogspot [ Só clicar na imagem prá ficar grandão, viu? ]

01. Abrir o vídeo no Youtube e clicar no canto direito
escrito Incorporar e em Personalizar...

02. Logo abaixo escolher o tamanho do vídeo.
Eu escolho sempre o menor e desabilito os itens acima.

03. Depois disso, clique em Incorporar e
copie o endereço do link.

04. Abra a Postagem no blogspot e digite seu texto.
05. Depois de escrito, clique em Editar Html.
06. No final do que está escrito dê um Enter e
Cole o link copiado anteriormente do Youtube.
07. Clique em Escrever novamente e seu vídeo estará
prontíin procê vê e tb prá mim =)
Só prá constar nessa cozinha... a canção tema de minhas limpezas ultimamente... rs... só que Amélia com vaidade, né tio?! :}

Segue um vídeo raríssimo tanto quanto uma Amélia de verdade nos nossos dias... ;)
Roberto Carlos e Mário Lago ... o 'criador' de Amélia...
cantando sua saudade por ela... tíi lindo! =)

Vídeo youtube:

Ái que saudade da Amélia

Nunca vi fazer tanta exigência
Nem fazer o que você me faz
Você não sabe o que é consciência
Nem vê que eu sou um pobre rapaz
Você só pensa em luxo e riqueza
Tudo que você vê você quer
Ai, meu Deus, que saudade da Amélia
Aquilo sim é que era mulher

Às vezes passava fome ao meu lado
E achava bonito não ter o que comer
E quando me via contrariado
Dizia: Meu filho, que se há de fazer

Amélia não tinha a menor vaidade
Amélia é que era mulher de verdade
Amélia não tinha a menor vaidade
Amélia é que era mulher de verdade

Às vezes passava fome ao meu lado
E achava bonito não ter o que comer
E quando me via contrariado
Dizia: Meu filho, que se há de fazer

Amélia não tinha a menor vaidade
Amélia é que era mulher de verdade
Amélia não tinha a menor vaidade
Amélia é que era mulher de verdade

Um bejim!

20 de março de 2010

20 du 3 - Diádúss bloguêro

Dia lindo prás cumadis e cumpadis!

'Blogá' prá mim na verdade é dessjêitin...

Misturar o mundo real nesse mundo virtual... =)

Ter amigos sempre reunidos para um bate papo e ter a sensação que estamos todos em casa!

Manter a privacidade, porém acrescentar laços fortes de amizade...
... sincera, companheira, crítica e ajudadora...

Ter alegria aos receber visitas e ver as prosas registradas...
marcas de um amor que cresce a cada dia!

É aprender, repreender, aconselhar, partilhar e acima de tudo... sonhar!

Não existem mais fronteiras, distâncias, línguas, sotaques... existe respeito e a vontade de estreitar essa união cada vez mais...

Vizinhos de um enorme condomínio... e o que prevalece em nosso meio é a harmonia!

Sou grata pela paciência... pelos ensinos... por entrarem sem bater e por proporcionarem boas risadas... que servem de depósitos em minha Conta da Lembrança.

Sei o endereço e nome de cada um...

Lembrar e caminhar até vocês me servem de exercício todos os dias para... me manter forte, saudável, firme em meus propósitos e crendo cada vez mais que existe um Deus que não tem nome de religião... mas é chamado de Amor...

A Ele devo essa 'graça', favor não merecido de conhecer cada um de vocês!

Minhas cumadis e cumpadis,
Vórtem sempre...
nem que seja só prá tomá un cafezin...
que a aligríia de recebê ocês nu meu roçado...
é imensa mess... uma bitela! :D

Um bejim!
=)

Tá nervosa aí cumadi ? Vem pescá...
é assim na roça que vamô disistressá...
Um modão di viola prá cumadi e prus cumpadi si animá...
A nossa vidinha é anssim... se tivé uma mió...
Uai?!... cêis manda míi avisá =}




Vou fazer o meu ranchinho na beira do rio só pra mim pescá
Pra fugir do baruião da cidade grande pra não istressá
Lá eu fico amoitado jogo um farelinho pra cevar o poço
Até esqueço que no banco eu tô atolado até o pescoço

Ai como é difícil a vida do pescado
de noite ele enrosca o anzor na gaiada da taboca
De dia ele queima no sor, dando banho na minhoca.

Levanto de madrugada pego a minha enxada e começo a cavá
Mais é pra ranca minhoca pra fisga uns bagre pra nóis armoçá
Depois ranco umas mandioca e jogo na água prelas istragá
Pra cevar peixe graúdo eu faço de tudo pra não trabaiá.

Ai como é difícil a vida do pescado
de noite ele enrosca o anzor na gaiada da taboca
De dia ele queima no sor, dando banho na minhoca.

Vou chamar o Anizião um caboco bão pra tarrafiá
Ele da uma tarrafiada que precisa quatro pra poder puxá
Dias desses lá no córgo ele apinchou a sua tarrafinha
Pegou cinco jiripoca uma onça parda e dezoito galinha.

Ai como é difícil a vida do pescado
de noite ele enrosca o anzor na gaiada da taboca
De dia ele queima no sor, dando banho na minhoca.

Tudo aqui no meu ranchinho é bem simplesinho eu falar pro ceis
É um farturão danado nóis pega dourado e sorta tra veiz
A pexaiama miúda nóis tem uma vara que é pra compará
Se não der um metro e meio nóis sorta o bichinho preles miorá

Ai como é difícil a vida do pescado
de noite ele enrosca o anzor na gaiada da taboca
De dia ele queima no sor, dando banho na minhoca.

Quando vai escurecendo nóis vorta pro rancho é hora de jantá
Um arroz com cambuquira um franguinho caipira que é pra variá
Depois nóis ferra no truco joga umas partida que é pra relaxá
Ai nóis vai dormir tranqüilo pra no outro dia nóis vorta pescá.

Ai como é difícil a vida do pescado
de noite ele enrosca o anzor na gaiada da taboca
De dia ele queima no sor, dando banho na minhoca.



17 de março de 2010

Receita para uma vida!

Olá amados! :}

Para quem não conhece essa bela receita...
se quiser, pode anotar, viu?!
De preferência na mente e no coração...


Dona Cacilda é uma senhora de 92 anos, miúda, e tão elegante, que todo dia às 08 da manhã ela já está toda vestida, bem penteada e discretamente maquiada, apesar de sua pouca visão. E hoje ela se mudou para uma casa de repouso: o marido, com quem ela viveu 70 anos, morreu recentemente, e não havia outra solução. Depois de esperar pacientemente por duas horas na sala de visitas, ela ainda deu um lindo sorriso quando a atendente veio dizer que seu quarto estava pronto. Enquanto ela manobrava o andador em direção ao elevador, dei uma descrição do seu minúsculo quartinho, inclusive das cortinas floridas que enfeitavam a janela.Ela me interrompeu com o entusiasmo de uma garotinha que acabou de ganhar um filhote de cachorrinho.
- Ah, eu adoro essas cortinas...
- Dona Cacilda, a senhora ainda nem viu seu quarto... Espera um pouco...
- Isto não tem nada a ver, ela respondeu, felicidade é algo que você decide por princípio. Se eu vou gostar ou não do meu quarto, não depende de como a mobília vai estar arrumada... Vai depender de como eu preparo minha expectativa.E eu já decidi que vou adorar. É uma decisão que tomo todo dia quando acordo. Sabe, eu posso passar o dia inteiro na cama, contando as dificuldades que tenho em certas partes do meu corpo que não funcionam bem...Ou posso levantar da cama agradecendo pelas outras partes que ainda me obedecem.
- Simples assim?
- Nem tanto; isto é para quem tem autocontrole e exigiu de mim um certo 'treino' pelos anos a fora, mas é bom saber que ainda posso dirigir meus pensamentos e escolher, em consequência, os sentimentos.
Calmamente ela continuou:
- Cada dia é um presente, e enquanto meus olhos se abrirem, vou focalizar o novo dia, mas também as lembranças alegres que eu guardei para esta época da vida. A velhice é como uma conta bancária: você só retira aquilo que guardou. Então, meu conselho para você é depositar um monte de alegrias e felicidades na sua Conta de Lembranças. E, aliás, obrigada por este seu depósito no meu Banco de Lembranças. Como você vê, eu ainda continuo depositando e acredito que, por mais complexa que seja a vida, sábio é quem a simplifica.
Depois me pediu para anotar:

COMO MANTER-SE JOVEM
1. Deixe fora os números que não são essenciais. Isto inclui a idade,o peso e a altura. Deixe que os médicos se preocupem com isso.
2. Mantenha só os amigos divertidos. Os depressivos puxam para baixo. (Lembre-se disto se for um desses depressivos!)
3. Aprenda sempre: Aprenda mais sobre computadores, artes, jardinagem, o que quer que seja. Não deixe que o cérebro se torne preguiçoso. 'Uma mente preguiçosa é oficina do Alemão.' E o nome do Alemão é Alzheimer!
4. Aprecie mais as pequenas coisas.
5. Ria muitas vezes, durante muito tempo e alto. Ria até lhe faltar o ar. E se tiver um amigo que o faça rir, passe muito e muito tempo com ele ou ela!
6. Quando as lágrimas aparecerem, aguente, sofra e ultrapasse. A única pessoa que fica conosco toda a nossa vida somos nós próprios. VIVA enquanto estiver vivo.
7. Rodeie-se das coisas que ama: Quer seja a família, animais, plantas, hobbies, o que quer que seja. O seu lar é o seu refúgio.
8. Tome cuidado com a sua saúde:Se é boa, mantenha-a. Se é instável, melhore-a. Se não consegue melhorá-la , procure ajuda.
9. Não faça viagens de culpa. Faça uma viagem ao centro comercial, até a um país diferente, mas NÃO para onde haja culpa
10. Diga às pessoas que ama que as ama a cada oportunidade. Se puder pelo menos partilhe com alguém!
"De nada vale a pena se não tocarmos o coração das pessoas."

Um bejim!
=)

16 de março de 2010

Receita: Arroz com berinjela

O dia aqui tá lindo! :)
Um chuvinha para refrescar...
agora um solzinho bem mansinho prá aquecer a cozinha...
prás cumadi sí achêgá, rodiá in vorta da mesa e colocar us causo tudo íin dia, tá?! :]

Uma receitinha tão boa e enriquecida de boas lembranças, tem mió?!
Quando minha sogra ainda estava entre nós contando suas histórias de vida...
ela me deu algumas revistas de receitas... e quando ela partiu...
carinhosamente minhas cunhadis e meu cunhado...
me deram o caderno dela...

Além das receitas cuidadosamente anotadas ano após ano...
há sempre um cantinho com um detalhe, uma dica...
Hoje o caderno se tornou também uma história das quais ela tanto tinha apreço.

Assim é vida... bonita, né?! :}

Ingrediêntis:

1 berinjela grande
2 cebolas raladas
2 dentes de alho amassados
1/2 kg de tomate, sem pele nem sementes, picado
1 tablete de caldo de legumes (opcional)
1 colher de (chá) de açúcar
2 xícaras (chá) de arroz lavado e escorrido
150 g de mussarela em fatias
Óleo

Módifazê:

1. Corte a berinjela em rodelas finas. Espalhe um fio de óleo numa frigideira, aqueça e frite as fatias, aos poucos, dourando-as dos dois lados. Reserve.
(Uso 2 berinjelas médias, corto na lateral antes de fatiar, para não ficar muita casca.
Algumas vezes faço a fritura, em outras, unto a assadeira e deixo no forno até amolecer. )

2. Faça um molho com os tomates, a cebola, alho e o caldo de legumes.
(Uso 2 tomates e acrescento molho pronto. )

3. Faça o arroz do seu jeito.

4. Em um refratário untado arrume...
uma camada de arroz,
uma de molho,
uma de berinjela e
uma de mussarela.
Repita as camadas.
Por cima coloque queijo mussarela ralado e leve ao forno para gratinar.


Mas, como a vida é boa, sempre vem recheada de coisas que precisamos...
e no mais... vamos agregando, né ?!
Essa receita está na revista da Nestlé,
foi assinada por minha sogra em 1985...
( aposto que as cumadis nem tinham nascido... : )


Conta prá nóis ...
Tem boas lembranças de alguém e
coisinhas anotadas com carinho também?!

Um bejim!
=)

15 de março de 2010

Côiss Cádi Casa

Táardi!

Cumequié na casa das cumadi e dus cumpadi? Aquíincasa num posso vê uma latinha :)
Meu marido disse que vai deixar de ser Analista para montar um comércio... para vender qualquer coisa desde que seja em uma latinha ou potinho... modiquê será?! :)

Vejo nas cozinhas sempre uma prosa boa das cumadis dando dicas, ensinando sobre produtos, mostrando o que compraram...
Eu gosto purdimais... afinal, sempre aprendemos com essas novidades, né?! :]

Podia chamar essa série de...
'Côiss que cêis num viram modequê num vieram mivisitá',
mas achei um cadin grande... então vamo resumí in:
Côiss Cádí Casa... tá? :)


Sempre gostei muito de chá Matte, penso que é nostalgia pura!
Além do sabor... o cheiro me lembra sempre momentos bons...
da infância... do clima... família reunida... ô coisa boa!

Ainda hoje tomo o chá Matte purinho ou com leite... minha mãe dizia que o chá era forte para criança tomar puro e então colocava sempre um leitinho... :}
O paladar vai mudando e tenho me esforçado para tomar outros sabores-pura falta de hábito... :/
Sempre comprei para minha filhota tomar ainda na mamadeira...
para dormir o de camomila... e outros para esquentar o corpinho...
então ela gosta de provar novos sabores... isso é bão, né?!

Encontrei essa côiss mah fofa na prateleira do supermercado!
Latinhas com uma caixinha de chá dentro... não são linda?! :)
São da Matte Leão ... e tem tradição, né?!
Capim-cidreira, Erva-doce e Camomila...
Cada uma custou 3,40...

E aproveitando o momento comprinhas... trouxe esses 03 paninhos que estavam em promoção...
Xadrez laranja, listrado amarelo e um verde...
Cada um custou 1,90...
Bunitíindimáis!

A cozinha já ficô toda alegrinha...
Tomamô um cházin prá prosa isquentá...
e depois outro prá modê nóis acáarmá...
Ô cumadi num demora não prá chegá!
=)


Obs: O recadin da Empresa Matte Leão autorizando a imagem, tá bão?!

" Bom dia Amehlia

É com grande prazer que lhe informamos que está autorizada a divulgação das imagens no seu blog.
Agradecemos imensamente a atenção dispensada e o carinho demonstrado pelos nossos produtos. Saiba que eles são feitos pensando em manter a qualidade e o sabor todo especial que você conhece há tanto tempo.
Estamos a sua disposição para qualquer duvida ou esclarecimento.

Att
Silvia Cristina.
SAC
sac@leaojr.com.br
www.leaojr.com.br
0800 41 12 10 "

11 de março de 2010

Merenda da Mamãe: Carinha feliz

Tem um tempiin, um minutin só... prá mode nóis vortá nus tempo bão?!

Lembra da criança que era e como brincava?
Cabelos de trança ou Maria-chiquinha?
Brincar de boneca no quintal com as amigas...
Quantos sonhos você tinha, hein?! :}

Comidinha feita na panelinha...
Colecionar figurinhas, trocar papel de carta...
Pular corda... jogar bola...
Brincar na rua de pique, de elástico...
Vivendo em um mundo de faz de conta...

O tempo conseguiu apagar essas lembranças?
Espero que não... que mantenha viva essa essência...

Continue Sonhando...
Cuidando de seus cabelos...
Fazendo a comidinha...
Colecionando lembranças boas, trocando experiências...
Pulando os obstáculos... jogando fora os problemas...
Brinque de não levar tão a sério tudo, faça alongamento....

Viva seu mundo... mas não esqueça do tempo de criança!
As coisas boas da vida estão tão perto... na simplicidade...
e passamos a maior parte dessa vida em busca de coisas grandiosas...
Por isso o mundo corre tanto... se estressa muito e se diverte pouco!

E aí cumadi, tem fôlego ainda prá viver como uma criança?!


Na criação dos filhos prezamos por curtirem cada etapa.
Não desprezamos o lado bom da modernidade, mas criança não precisa ser miniatura de adulto.
Há tempo para tudo! Não sou a favor de que se perca o valor de cada momento.

A minha se veste de princesa, com tiara prateada, meias coloridas e um tutu de bailarina...
brinca com suas bonecas na casinha da Barbie... tem um quarto rosa... uma infância linda e
uma vida preciosa pela frente...

E suas refeições por vezes são assim...
com carinha de feliz!

E que alma de criança que não gosta de uma canção...
que traga boas lembranças e adoce o coração? :}



Um bejim com gosto de algodão doce!
=)