29/09/2010

Sem receita!

Concordo... não é tão fácil e simples assim ser Amélia... não pelo peso q foi colocado nos dias de hoje de q é mulher escrava, empregada de marido e outros termos pejorativos.
Entendo assim, q a desse tempo fez duas escolhas, estar em casa com os seus... e trabalhar pq se faz necessário.

No começo escolhi ficar em casa me dedicando a ela e a filha pequena... o financeiro foi o primeiro a pesar. Com o passar dos anos voltei ao trabalho 'formal' e adquiri somente dores de cabeça com tantas imposições mundanas nas quais vc tem q trabalhar no salto, de tailler, maquiada, cabelo impecável. E viver de forma q a Empresa seja sua vida, porém essa Empresa quando quiser te dispensa sem maiores explicações.

Falo da minha experiência e não da de outros. Fui contratada sim, por uma Empresa no coração financeiro de SP... seria um grande motivo de orgulho ou vaidade... até fono tive que frequentar pois não poderia falar com sotaque... Período de exaustão... então q escolhi a demissão.

Não há condenação para as que trabalham fora e podem pagar uma ajudante, nossa intenção foi dar valor para aquelas que voltam da labuta e ainda assim enfrentam o tanque, o fogão, lições de casa e compartilham o dia e o financeiro com seus companheiros.
Pois a possibilidade de trabalharem e pagarem por uma ajudante é nula. É a realidade da maioria das brasileiras. É a minha realidade...
Sendo assim, regramos o financeiro, vivemos dias de alegrias e de tédio também em casa... e por isso a busca por algo q viesse de encontro com a necessidade financeira e q não fosse preciso me ausentar de casa por longos períodos.

Consigo ser plena e dar conta de tudo ... a resposta é não!
O segredo é tentar se organizar e aquilo q não conseguiu terminar não ser motivo para cobrança e ansiedade.
Se vier me visitar e a casa estiver desarrumada... hoje, depois do amadurecimento... vou dizer-lhe para 'não pô reparo na bagunça...' (se ela estiver arrumada tb digo isso...rs)
Se não tiver ingredientes ou um bolinho fresco para o café... pedirei q me aguarde buscar um pãozinho, um bolo e quem sabe uns biscoitinhos... a padaria é logo ali. E quando as coisas apertam, fazemos os cálculos e pegamos por alguns dias marmita para aliviar...

E assim as prioridades vão sendo realizadas... e lhe sobra tempo para ser Amélia moderna... que faz uma caminhada, que cuida da alimentação, que hidrata seu corpo, usa perfume, batom e usa em tudo o bom tom.
Sendo feminista ou Amélia, os problemas vão surgir da mesma maneira... e é como vc está, sua saúde, grau de stress que vai dar a resposta e solução para esse problema.

No meu caso, depois desses anos todos pós as escolhas, algumas coisas eu teria feito diferente... mas a maioria me devolve a alegria e confiança de dizer.... faria tudo outra vez!
E mesmo assim continuo resolvendo problemas, continuo regrando o financeiro e continuo sonhando... principalmente querendo descobrir os sonhos de Deus para minha vida.... pois esses jamais vão morrer!

Agradeço pelos carinhos na prosa de ontem... por me respeitarem, por se respeitarem... e por saber que não é a minha escolha a melhor... mas sim aquela que Deus direcionar para vc... afinal, as pessoas são diferentes.
Deixo um cadin mais das côiss cádi casa... das escolhas, das economias, dos sonhos e da realidade...

Antes de recebê-las vou estar assim...
cabelos prá cima...
lavando a casa e limpando o poeirão...
Metade de mim é Amélia....

Na entrada da cozinha vai descobrir que aqui mora gente feliz!

Na porta de entrada ... também a nossa escolha...
Moramos no mundo e usufruímos das coisas daqui...
mas não serviremos a ele e suas ditaduras...

Muitos guardam a 'temida' vassoura atrás da porta...
Nós guardamos amor, acolhimento... e cor!

Em nossa mesa serviremos o melhor... que está ao nosso alcance...

E desde as cadeiras vai perceber q o estar em casa ajuda na organização e
preservação do q comprou c tanto sacrifício...

[ Faço uso dos jogos americanos para manter mais tempo possível a limpeza
dos estofados... E o plástico na mesa, q preserva e tb auxilia a não ter q se desdobrar na lida pq as toalhas estão todas sujas...]

Na cozinha temos uma galinha pra deixar um recadinho...
E nossa pequena horta para nos dar o temperinho....

Um pedacinho da casa de roça e da granja...
para nunca, mesmo aprendido falar
sem sotaque, com o português corretíssimo... esquecer de minhas origens.

E poder trabalhar com minha filhota na mão...

Sabendo que os outros filhotes estão aprontando debaixo da mesa...
tudo dentro da minha visão...

Nóis aqui num carece de muita côiss prá mode tê felicidadi não,
viu cumadi?! =}

Um bejim... e o carin sem fim docês já é motivo prá armêntá essa aligriia!
=)

38 comentários:

Márcia disse...

Adoro seu blog visito sempre!!! adorei sua casa!!! e é mesmo td verdade...não precisamos de muito para sermos felizes!! bjs

ELIANA-Coisas Boas da Vida disse...

AI VINNI ADORO TUDO ISSO EM VC!
A SIMPLICIDADE SEM SER PIEGAS ,SEUS BICHINHOS DE ESTIMAÇÃO QUE VC TRATA COM TANTO CARINHO...ENFIM ERA ASSIM QUE TODAS AS PESSOAS DEVERIAM SER,INTELIGENTES,CULTAS E ACIMA DE TUDO TEMENTE A DEUS!
BEIJO

Si disse...

Oi miga.... novamente concordo plenamente com vc.... há mtas mulheres q necessitam trabalhar, para ajudar no sustento da familia, porem por outro lado, há aquelas q trabalham pq a sociedade "manda"... hoje não é admissivel, uma mulher em casa cuidando "SÓ" do filho e do marido, como se essa tarefa fosse pouca né!!!... qdo sai do meu emprego, e até hj, mtos me perguntam: tá procurando?? deixou curriculum não sei onde??? ali ta precisando!!!... claro q um dinheirinho a mais sempre será bem vindo, mas optamos por colocar em primeiro lugar, a educação do nosso baby.... e acredito q Deus abencoa aqueles q seguem as suas ordens, e O obedece.... tenho certeza q seremos sempre abençoados.... e vcs tb... bjsss

Daniana Bittencourt disse...

Mais um motivo para eu te admirar. Você tem uma vida simples e sem exageros igual a minha.
Nada de querer mostrar luxo ou requinte. Também não preciso de muito para ser feliz.
Um grande abraço em você e nos seus pequenos.
Daniana
http://cozinhasemdrama.blogspot.com/

Rita Vieira disse...

Amiga, não sabia que vc ganhava um dinheirim e que era artista digital!!! Muito legal!!!

Adorei o seu texto hoje, e acho que a mulher (como eu) que pode se dar ao luxo de ficar em casa, deve levantar as mãos pro céu. Porque se eu estivesse trabalhando, teria mais conforto, mas teria menos paz, e automaticamente uma família menos estruturada. Essa é a minha busca, e tenho muito orgulho disso!

Beijo-amada!

Larissa Lieders disse...

Oi Vini querida!
Isso remete à nossa conversa via e-mail de tempos atrás, né?
Saiba que estou batalhando pela minha qualidade de vida, viu? Um pouquinho diferente daquilo que a gente conversou mas ainda assim tô na luta (inclusive daqui a pouco terei um encontro importante, torça por mim!), acho que isso percorre a cabeça de todas as mulheres, qq que tenha sido a decisão...
Saiba que te admiro muito pelas escolhas que fez!
Bj

Chez POPI disse...

Menina q loucura, fui ler o post de ontem para entender o de hoje e achei o máximo essa super mulher atual digital e sem igual!!!!
parabéns, te admiro muito!
Bjins

Maria Inês Feijó disse...

Oi guria queridona!!!!Amei as fotos dos teus filhotes "penosos", muito fofos!!!!Tira uma foto das tuas plantinhas para eu ver o que elas tem, aí te passo o fertilizante que tu precisas colocar nelas. Adorei a idéia de proteger as cadeiras, as minhas são clarinhas e estão muito sujas, vou mandar forrar e colocar uma proteção nelas, como tu fizeste. Beijossssssss

Carol Fernandes disse...

Ahhh....sua casa tem a sua carinha, o seu jeitinho...e é assim que tem que ser cumadi!!!! A nossa casa tem que ter a nossa cara e não a cara da Revista Casa Cláudia...kkkk....nada contra, que não me levem a mal, gosto da revista e tenho até assinatura dela, mas só para ter algumas idéias, porque é tudo tão caro...aaaffff....gosto muito das minhas coisinhas tb, e a nossa casa tem que ter o jeito da gente de ser, simples, bonita, alegre, e sobretudo com muito amor!!!
Amiga, mais uma vez, parabéns pelo lindo texto!!!
Hoje o maridão está em casa (ele dá aula à noite) então, nada de internet, já estou saindo....kkkkk.....vou beijar....kkkkk
Beijos doces no coração!!!

Trainee de Cozinheira disse...

Achei bem bonito o seu depoimento, seria bom mesmo se pudessemos juntar trabalho e casa numa distância mínima, ainda acho que estar mais perto dos filhos é uma boa escolha se vc pode, eu vou ter que depois de tudo, trabalhar porque sempre trabalhei com meu pai, e agora como ele já se foi, vou ter que ajudar o marido,nem sei se ainda dou conta, mas vamos ver... o que a vida quer da gente é coragem! como diria Guimarães Rosa,bjs
Maura

a responsável pela casa disse...

ai que saudades...e que texto lindo adorei conhecer um poquinho mais bore você, e a sua casa virtual ta de roupinha nova e bem lindinha por sinal.
Bjinhus!!!
Rose

Maria Lúcia - Asas da Imaginação disse...

Ai que post,fofo, cumádi! Sempre me emociono com suas palavras e a facilidade para usá-las! Você deveria escrever um livro com estes posts onde vc expõe suas opiniões... se escrever, já estou na lista para comprar um e me divertir e emocionar... rir e chorar.
Vc tem o dom para brincar com as palavras, sim, porque seus textos fluem com tanta suavidade, que parece que vc está brincando de quebra cabeça com as palavras...rsrsrs.
Querida amiga escritora, meu e-mail é: marialuciabgcastro@bol.com.br
Aguardo seu contato.
Beijos.

Gina disse...

Vinni,
É tão gostoso ter nosso cantinho, arrumado do nosso jeito. Acho que é um prazer acolher as pessoas no nosso espaço.
Continue sendo feliz, porque as prioridades cada um estabelece as suas.
Bjs.

Debora koso disse...

Que bom amiga que esta feliz apesar dos altos e baixos,aqui eu nao tenho nem esse direito fui mandada embora do trabalho no auge da dedicacao aos meus alunos se souber o motivo vai ficar indiguinada,mais como nessa vida nada e por acaso aceite,i depois de um tempo claro,e agora e viver e dancar conforme a musica nao desisti de lutar mais nao c/o mesmo pique de antes aja pasciencia,rsrrsrsrs,muitas luzes a vc CUMADI!!!!!!

JOANA CAMPOS disse...

ò ki lindo, aumentou ainda mais minha admiração.

Bjs

Joana Campos

Tania Forti disse...

Oi, linda, tô com pouco tempo, mas nunca para parar e ler sua prosa boa. Lí esse post primeiro, depois o anterior e adorei suas colocações, saber mais de você, não sabia que trabalhava em casa também.
Sabe, minha vida ficou assim bem parecida com a sua, mas acho que minha casa anda mais bagunçadinha, rss
Querida, te entendo muito bem e te amo como é!
beijo no coração

Tida disse...

Menina,
a minha vassoura não pode ficar atrás da porta,não. Se abrir a porta e eu com ela na mão eu voo.
Sua casa é linda, cheia de amor em cada detalhe. Prova que você se sente bem em casa.
Eu também logo que tive minha filha decidi ficar cuidando dela, embora tivesse registro na OAB-Go.
Nunca me senti excluida de nenhum lugar, eu tinha, isto sim, encontrado o meu lugar!
E ainda hoje acho que fiz a coisa certa. Posso agora ajudar a Carolina nos cuidados com a Catarina. Fico feliz assim. É pouco? Para mim é suficiente.
Bjs

Ana Matusita disse...

Tá por demais de bão esse texto, cumadi!
Concordo com cada linha que vc escreveu.
bj,
Ana
ps: seu caminho de mesa também tá lindo!

Ruby Fernandes disse...

Oie flor, gostei demais do texto viu?
E sua casa é um primor mesmo, cuidada com muito carinho e dedicação.
Bjo bjo ^_^

Rachel disse...

Claro que você não precisa de mais nada não, sua riqueza está no seu coração Vinni...e na rica e linda família que você construiu!!!
Bjuss no seu coração!!!

Dona da Cozinha... disse...

Êiiita Cumadi danada!!!! Que prosa boa dimais. Seu cantim é muito bunitim...Acho que vô dá ua chegadin aí viu? Pra modi a gente prosiá por uns periodo mais longo.... Pódexá que eu levo as cumidinha!!!!
Olha, todos nós temos que abrir mão de alguma coisa. E no caso das mulheres parece que é sempre o trabalho. Sou graduada e pós graduada, especializada e mestre. Mas, após tantas atribulações, cobranças e decepções, decidi que o melhor seria cuidar do que Deus me confiou: minha família. Hoje, trabalho em casa com meus doces e faço alguns trabalhos voluntários. A cobrança é grande: "como vc estudou tanto p/ ficar em casa cuidando de filhos e marido e fazendo doce p/ gente que nem dá valor?" Prefiro assim. Estou em paz e sei que Deus está comigo e com os meus.
Será que escolhi errado?????
Beijos em seu coração,
Cumadi

Ps.: viu minhas belezuras no imei????

Dona da Cozinha... disse...

Vinni, tenho sítio não bem!!!! Quem me dera!!!! Realmente só ganhamos o leitim...
Qto a atualização, sei mexê nesses trem não!!!!!!!!! Pode me dizer como faço????
Tem uns outros trem que eu tbém naõ sei mexer e quando peço ajuda do "Sr google" não entendo nada...kkkkkkkk. Adoro quando isso acontece!!!! Kkkkkkkk
Témais,
Cumadi

Dona da Cozinha... disse...

Amore, o que vc fez p/ registrar o nome de seu blog?
t+

Dona da Cozinha... disse...

Fia, ói eu aqui de novo!!!
Vc quase me matou de rir agora, mulher!!!kkkkkkkkkk
Esse trem de falar mais devagar... Tô rindo até agora... kkkkkkk
Vamos ao assunto do registro: o nome Amehlia Digital não é marca registrada sua??? Vc não registrou esse nome pra modique só ocê usá????
Falei mais devagar agora???? kkkkkkk
Qto às cumadi, vou me informar com elas.
bjs,

Falcolina Coisas da Lina disse...

Tão fofo tudo isso!!
Querida, está tendo um sorteio lá no blog em comemoração ao 1º mês de niver. Conto com vc! Participe...

http://falcolinacoisasdalina.blogspot.com/2010/09/aniversario-do-blog-tem-sorteio-oba.html

Bjs, Lina

Anita disse...

Continuo na concordância...Amélia moderna... Perfeito, tanto faz ser Amélia ou feminista, os problemas vão surgir, o importante é não desistir e saber que Aquele q cuida de nossas vidas sempre nos mostrará a solução. Bjs.

So artes disse...

Oi minha linda..sou fã dos seus textos cumadi....rs..sou péssima no minereis :)...carioca só fala treis..bisssscoito...rs...mas falo a linguagem da amizade e isso nos entendos bem, nao é mesmo?
Obrigada pelo apoio, viu? Qd o maridao chegar eu descanso....que nada...vou lavar a roupa suja que ele vai trazer ....rs...mas faço com amor!
beijinhos carinhosos e um otimo dia pra vc,
So

Leticia disse...

olá querida...
Penso muito sobre todas as questões que vc coloca. Sou casadinha nova, mas passo quase nada de tempo em casa. Saio sete e pouco e volto depois das oito... isso quando não tenho cursos no fim de semana. O marido entende, mas no fim, bate uma frustração por não fazer nada pela casa... muitas vezes até por nós.
Eu já trabalhei em casa e era um período maravilhoso, mas o financeiro não aguentou... enfim, prosa pra mais de hora... e idéias para uma vida toda!
Beijos
lelê

Fla disse...

Só você pra me emocionar logo de manhã. Poxa Vinni, sabe que eu daria tudo para poder trabalhar em casa, cuidar melhor das minhas coisas, do meu marido, da minha saúde, mas infelizmente eu tô amarrada num sistema muito do capitalista, em que eu preciso trabalhar porque a renda dos dois é o que faz a renda inteira. Só com um dos dois salários não dá pra ficar.
Mas eu não reclamo de tudo não. Tenho sonhos, vou realizando com o esforço do meu trabalho, e a minha casa vai ficando meio de ladinho, até que eu consiga colocá-la em ordem.
Mas o mais importante pra mim é poder chegar ao final do dia e voltar pra casa, pras coisas que conquistei com tanto esforço, e me sentir alegre porque logo meu marido estará lá comigo.
Eu também preciso de muito pouco pra ser feliz, basicamente eu preciso é de paz. E quando alguém tenta me tirar do eixo, eu volto pro meu aconchego e lá tudo fica bem.
Nossa esse comentário virou um post...risos...
Te adoro!
Beijos

Sandra (patch & bordados) disse...

Oi cumadi!
Que bom ver gente feliz! Demorei mais estou aprendendo a fazer escolhas... já chutei o balde do emprego formal e agora busco outras perspectivas. Amo a vida com suas modernidades, porém descubro a casa dia quem eu sou e valorizo muito as minhas origens, minha história, minha (nossa) terra amada e as pequenas maravilhas que somente Deus pode nos proporcionar.
Grande beijo e continue escrevendo, pois estou amando ler seus textos.

»¤Þ䵣䤫 disse...

Ai Vinni minha amiga, você contando sua experiência de vida aqui, fico imaginando como será minha vida depois de casada, pq realmente, não vou ter condição de pagar escolinha para filho e alguem para dar uma limpada na casa de vez enquando! É um dilema né! E vc acaba se acostumando a ter seu dinheirinho, fico me imaginando pedindo dinheiro pra meu marido para comprar calçinhas! Ai Jesus! Ainda não sei o que será, mas que seja a vontade de Deus! Bjos amore!

angela disse...

admiro muito vc, pela sua sinceridade, dedicação, parabens! bjs

Iliane disse...

acho perfeito tudo que você diz e faz com amor!amo ler seu blog..bjus..li

Nice & Ana disse...

Vinni prima que post lindo e que casa linda e fofa, vc é muito caprichosa, sua casa parece de boneca, eu adorei queridona, bjkas e uma linda tarde p/ vc, ;)... ♥!!!

Fuxicando Sobre Artes disse...

Oiioi, adoro fazer uma visitinha e passo aqui pra vc tbm conhecer meu blog. Já estou te seguindo!! beijinhosss Polly.

Fabiana disse...

Vinni,
HOje, passei a tarde lendo o seu texto....
me identifiquei muito com ele...me lembrei de quando eu trabalhava no Japão.
Das 8 da manhã as 5 da tarde, isso quando não tinha hora extra, e tirando o percurso, serviço/casa.
Na epoca, morava com meus pais, e como o meu pai não trabalhava, ele que cuidava da minha filha.
Mas confesso,que era muito cansativo.
Só tinhamos o domingo, que era para fazer faxina e compras de casa, ou seja, não vivíamos!
Hoje, ainda cogito voltar para o Japão, mas tenho receio, porque aqui, sou mãe 24 horas, e no Japão, sei que eles vão sentir a mudança radical.
ah, adorei os cantinhos da sua casa, que realmente, tem a sua cara.
beijos

Helena Garcia disse...

OI, minha queridaa amiga !!!
Sabia que quanto mais a conheço mais a admiro? Vc é uma mulher de Deus, querida e uma mulher virtuosa ! E o seu esposo foi o sortudo em achar esta esposa virtuosa, amorosa, fiel, dedicada á família e principalmente, dedicada a Deus !!
me orgulho de ser sua amiga, viu?
Adorei seus dois ultimos posts onde pude te conhecer melhor e passar a admirá-la ainda mais!
Que Deus continue te abençoando grandemente e realizando seus sonhos de acordo com a Sua vontade!

Te adoro!
Beijão pra vc, querida !!!
Helena
http://diaadiacorridinho.blogspot.com

Veronica Kraemer disse...

Oi, Vinni, adorei conhecer um cadim da sua pessoa, da sua casinha, das suas idéias.
Eu nem imaginava qual era seu trabalho, nem nada...
É bom assim, sabermos o que nossas amigas virtuais fazem, como são suas casas, né?
Fora que você escreve maravilhosamente bem, parabéns!!!
adoro seu blog!!!
Mais uma mulher guerreira!!!
Beijossssssssss e uma linda semana pra ti
Vero