27/09/2010

Amehlia Digital !



Sou Amélia

Pq decidi trocar os 'poderes'... por uma vida normal...
poder q a vida lá fora te permite por um tempo... ou te ilude dizendo que pode ser mais q outros...
Minha opção foi pelo casamento... por formar uma família... e me dedicar a essa... Na lida da casa, na comidinha feita na hora... no bolo assando... na escolha de um simples enfeite.

Minha casa não é de novela... e nem de revista... foi feita ao longo dos anos... com personalidade própria e se movimenta... tem a nossa marca. Nem por isso me tornei escrava, mal amada e subjugada pela rotina.
A vida é sempre feita de escolhas... todos os dias!
E mudo sempre para o que é melhor para mim e para minha família.

Amélia sim era uma mulher de verdade... para seu tempo, para sua época, para suas escolhas... e era feliz assim... Foi cantada em verso e prosa de maneira respeitosa...
Mesmo q todas as feministas digam o inverso... com ataques ou histerias....
Ao contrário de muitas modernas, avançadas no tempo... que não permitem que alguém ouse chamá-las de Amélia como sendo o último grau de ofensa, mas preferem ser rotuladas como cachorras, mulher hortifruti, objeto... ou termos inimagináveis. Isso as deixam glamourosas...
Existem quem faça rima em ditas melodias... mas um tempo depois não se encontra um que diga... 'ah...que saudade da...' ... pois já não existem mais.... é realidade... alguns enxergam outros preferem não enxergar.
Esse glamour tem prazo de validade curto...

Por isso respeito e admiro Amélia... sobretudo pq era uma mulher e... de verdade... como felizmente ainda existem... que administram o lar... educam e amam seus filhos... respeitam e são respeitadas por seus companheiros... atravessam o dia com a enxada urbana nas mãos... e voltam para casa cansadas, porém vitoriosas... pois não existe condenação... são dignas de todo respeito e reconhecimento.

Sou Digital

Pq em meio a tantas modernidades, avanços tecnológicos... pude escolher trabalhar... ocupar a mente com novas ideias... sem deixar a essência ser consumida... e a mente manipulada.
Uma jornada ... sendo esposa, mãe, dona de casa, designer... sem aplausos acadêmicos, linguística avançada... em um mundo onde muitos querem ser diferentes.... e conseguem apenas serem iguais aos outros.

Vivo parte do dia acalentando meu lar... enfrentando problemas de frente... fazendo o trivial...
E outra parte... na labuta, onde o financeiro é abençoado e prosperado por Deus.

Nessa metade, trabalho como designer digital... com imagens e fotos... fazendo basicamente fotomontagens ou scrapbooking. Demanda atenção, carinho e o uso da criatividade... onde a arte é sempre livre e personalizada.
Um trabalho legal e por vezes cansativo quando não se está muito inspirada... e pelas longas horas na frente do micro. Mas, quem disse que tudo na vida é doce e fácil?

Fazer o 'atelier ' virtual em casa foi uma forma de economia... e todo atendimento praticamente feito por email... assim não se gasta com celular, idas e vindas, aluguéis e tempo.
Era assim na infância... brincava de casinha e sonhava em ser grande e trabalhar...
Hoje, o trabalho é uma brincadeira envolta em fotos, lembranças e muitas cores e brinco de casinha com responsabilidade.
Crescer não é de todo ruim, né?! =D

Por isso sou Amehlia Digital!
Um pouquin de minha vida, minha história em respeito as minhas cumadis queridas... que sempre passam pela cozinha e agora puderam conhecer um pouquinho desse meu estúdio.

Um bejim grande no coração de cada uma!
=)

52 comentários:

Tida disse...

Esta sua postagem não teve receita, nem precisava, eu fiz o seu bolinho de café com chocolate. Ficou ótimo.
Que linda a sua hisória!
Então você é digital de verdade, hem?
Eu que pensava que era apenas para fazer bonito, misturar o antigo (antigo?) com o moderno!... Que massa! (Eu não falo gírias, mas não resisti).
Eu sou só amélia, não entendo muito deste mundo digital, virtual. Mal passo disto no blog.
Que massa! (outra vez). Bjs

JOANA CAMPOS disse...

Ki lindo!
Amei conhecer um tiquinho mais docê sô!
Eu tbém amo ser amélia, tbém fiz essa escolha, e Deus tem me abençoado.

Bjs

Joana Campos

Dona da Cozinha... disse...

Passei rápido só pra dar um alô. Acabei de chegar do hospital com minha pequena (cheguei lá 11h da manhã). Ela tem asma e entrou em crise. Mas graças a Deus já estamos em casa e ela está dormindo, depois dos medicamentos e da bombinha. Dá uma dozinha.....
É isso aí, rezem por nós
Bjs,
Cumadi

Valéria disse...

Ahhhhhh, então é isso????? Agora intendi tudim!!!!!!
Que legal, amiga!
Sabe, até a metade do texto você me fez ter orgulho da minha opção. É, eu sou das derradeiras Amélias, e com muita satisfação. Tem dia que me pego pensando: tenho que arrumar um emprego!
Mas começo a pensar que passo o dia levando e buscando a prole. Chegam da escola tem comida prontinha, etc, etc. O meu sonho é mesmo me mostrar capaz, mas fazer algo em casa.
Já estou achando que passou da hora de voltar a ativa, mas quero que seja daqui do meu lar. Eu fiz facul de Adm. e quando tive o terceiro filho (vixe, quanto,kkkk) eu ganhava tão pouco que compensava criar meus pequenos. Fiquei feliz em saber que você se saiu bem! Que legal!
Meu filho está fazendo publicidade e propaganda (terceiro ano) mas tem sonho de ir pro ramo de design. Eu acho muito legal. Ele gosta de criar, e prá essa profissão isso é essencial!
Ai, desculpa, mas já estou escrevendo um livro, eu me empolgo, rsrsrsrs
Essa sua foto é muito linda, você está com um sorriso de satisfação!!!!!!!!
Beijocas
Valéria

Ana Amélia disse...

Cumadi , que bom saber um pouco mais de você . Vi sua foto ,você é muito bonita , uma linda menina mineirinha. Sou muito sua fã. Bjss.

orvalho do ceu disse...

Oi, Amélia
Muito legal sua história de vida, com grande labuta e coragem.
Tenha toda sorte no mundo virtual e bênçãos na vida real.
Bjs

Gina disse...

Vinni,
Seu trabalho é muito interessante, pois mexe com os sentimentos das pessoas. Aliás, isso você tira de letra sempre!
Há 2 anos fiz um vídeo sobre a vida de meus pais, digitalizei muitas fotos antigas, uma verdadeira volta ao passado e revivi a emoção. Esse resgate foi muito legal.
É isso que você deve proporcionar aos clientes com seu trabalho. E nós, as comadres, endossamos essa alegria que nos proporciona.
Ah, aquele post ficou longo, né? Mas fico entusiasmada, já viu, né?
Boa semana!

suzana maria brega disse...

Que bonito texto, Amélia. Bonita sua história como de toda mulher que trabalha, se sacrifica e continua sem perder a alegria da vida. Parabéns!
Seu blog e vc é tudibão!

Copê Gourmet disse...

Meu Deus, arrasou Mélinha!!!
Muito bonito o texto viu, muito bonita sua vida e admirável.
Beijos,
A Copê

Daniana Bittencourt disse...

Oi cumadi,
Gostei muito de te conhecer "uncadimais"!
Tenha uma ótima semana!
Abraços, Daniana
http://cozinhasemdrama.blogspot.com/

Debora koso disse...

Falou bem amiga e verdade eu pensei que nada mais seria teria chance,mais existem pessoas igual a gente tbm penso assim e sinto a cada dia as diferencas mais fiz meu mundo e me trato nele sou feliz assim tenho minha profissao tbm mais no moumento esta dificil mais nao impossivel tudo depende de nos mesmo,o mundo e facil mais complicamos,DEUS e maravilhoso de permitir pessoas c/vc passarem na minha vida obrigada estarei a disposicao a qualquer hora,rsrsrrs cumadi oce e demais da conta!!!!!!!!!!!!!!bjos muitas luzes!!!!!

Virginia Hortela disse...

Olá Vinni! Amei saber um pouco de sua rotina! Que delícia! E agora sei o motivo de minha afinidade e admiração por você! E a cada postagem, mensagem, receita...sei que com certeza a cada visita aqui no seu cantinho essa admiração e até respeito só vai aumentandoOOO! Um grande beijo para a verdadeira Amehlia! Virginia.

Delícias da Chelinha disse...

Amiguinha é sempre um prazer passar aqui no seu blog. Tem sempre uma receitinha nova e um bom papinho. Que Deus continue te abençoando e a su família.

Maria José disse...

Palavras e pensamentos bonitos!!

Bjinhos
Papinha Doce

Maria Lúcia - Asas da Imaginação disse...

Oi cumádi! Passei cedim pra modi nóis tomá café junto,uai! Rsrsrsrs...
Gostei de te conhecer um pouco mais, porém explique melhor o seu trabalho... fiquei curiosa; parece muito interessante; vc cria logomarcas tb?
Há algum trabalho que posso comprar? Estou fazendo estas perguntas por um motivo específico; quero criar uma logomarca para os meus artesanatos, assim meus presentes ficarão mais "carinhosos"; vc me entende?
Beijos. Tenha um dia abençoado!

ELIANA-Coisas Boas da Vida disse...

ADOREI SABER MAIS DE VC, CONHECER UM POUCO DE SUA HISTÓRIA AINDA MAIS CONTADA ASSIM COM TANTO CARINHO!
VC TEM MINHA ADMIRAÇÃO E MEU RESPEITO !
BEIJO

Leticia disse...

Querida
Gostei de entender um pouco da sua história... super bacana... eu já tive idéias diferentes na vida e hoje acho que estou encontrando o equilíbrio.
Quando era mais nova, não conseguia me enxergar em casa, fazendo jantar para o marido, nada disso... era uma workhoolic louca... rs. Hoje em dia, estou achando isso uma delícia, chegar cedo em casa, passar no supermercado, pensar no prato do dia, etc... por que não?
Continuo trabalhando fora, mas é visível que o meu ritmo diminuiu... nunca mais fiquei até às 20h no trabalho, nem cheguei mais cedo... acho que foi um passo natural da vida.
Ainda sonho em voltar a trabalhar em casa ou em um negócio próprio, fazer meu próprio horário e mudar ainda mais a minha rotina, por que não? Sonhar é o primeiro passo de tornar tudo isso verdade!
Beijos
lelê

Fla disse...

Querida, você é que é feliz! Pode estar perto da sua família sempre.
Tem que ter orgulho sim, das suas escolhas e principalmente por ser essa pessoa querida que você é. Eu te admiro.
Beijos,
Fla

Sandra (patch & bordados) disse...

Oi querida!
Mesmo na correria eu não poderia deixar de comentar o seu texto, pois vc escreveu o que penso.É uma lástima ver mulheres não se valorizando ou se submetendo a situações horríveis com medo de receber títulos como Amélias ou do Lar... Ter certeza de nossa posição na vida é o que faz toda a diferença! E vc muito bem definiu isso.
Beijin das Gerais, Sandra.

Renata disse...

Menina Vinni, tão querida de todas nós...somos Amélias sim, umas digitais, virtuais, ou nem tanto...somos sim mães, esposas, donas de casa ou dona do nosso trabalho...somos todas abençoadas por Deus, esse que soube nos fazer cada uma de nós, com tanto capricho e com tamanha criatividade por não nos nos fazer nenhuma igual a outra, mas todas incríveis e maravilhosas MULHERES!

Um abraço,
Meu carinho e admiração!

Giardia disse...

É na simplicidade que o mais complexo se desenha.

Abraço

Sonia disse...

Oi Amélia, que bom conhecer um pouco mais de você.
Que delícia poder fazer esta escolha, cuidar do lar, da família e trabalhar ao mesmo tempo.
Sei que não é fácil, mas que bom que está conciliando.
Melhor ainda, trabalhar no que gosta e como gosta.
Como você disse "em busca do diferente" temos visto mais pessoas iguais, seguindo o mesmo modelo, e por vezes perdendo coisas importantes da vida.
Parabéns pela escolha.
Um beijim no seu coração

Iliane disse...

que post maravilhoso!!adorei conhecer um pouco mais de você..do seu dia a dia,seu trabalho!!parabens pelo lindo post!!dia lindo..li

Si disse...

Cumadi... não acredito no acaso... creio q tudo e todos na nossa vida tem um pq... e q as semelhanças sempre se encontram.... meu maior sonho era largar meu emprego e cuidar da minha casinha e me dedicar ao meu filho... por problemas no serviço me demiti e faz uns 8 meses q estou na vida de Amelia... a qual AMO de paixão... e não quero voltar tão breve trabalhar fora.... primeiro quero cuidar do meu pimpolho, EU quero cria-lo e educa-lo, e não professoras ou babas.... infelizmente não é isso q a sociedade IMPOE na nossa mente... mas na minha alma sempre tive a vontade de cuidar bem da minha familia.... e isso é bom demais!!!! bjsss

Carol Marques disse...

Nossa, adorei aqui. Encontrei por acaso, e que receitas são essas? AMEI!

E me identifiquei um pouquinho aí no texto... gostei dele, viu?
Vou te seguir.
beijo

Simone Scharamm disse...

Oi, Vinni,
Legal conhecer mais um pouquinho de você!
Adoro seus textos e receitas, mas sabe o que eu mais admiro? O seu bom-humor e simpatia, sempre presente nos comentários dos blogs queridos que visitamos me comum.
Desejo uma semana abençoada!
Beijinhos, da admiradora, Simone.

Danieli disse...

Legal o seu texto.
Não me vejo em uma situação parecida, mas às vezes fico pensando em como era bom os tempos de antigamente, quando as crianças tinham mãe em tempo integral, as pessoas testavam um montão de receitas e a casa tava sempre limpa hehehehehe dá vontade de ter uma coisa assim hehehe
Beijos

Luciana disse...

Ah Vinni!! Como é bom ler o que escreve, você sempre passa algo especial. Bom te conhecer, bom ser tua amiga virtual... com a esperança de algum dia te conhecer pessoalmente.
E assim vamos vivendo a vida, na simplicidade, no aconchego do lar, cuidando da família, cuidando dos afazeres, adorando a Deus e o servindo... lutas? Sim, muitas... mas sempre com os olhos voltados à Ele.

Que Jesus Cristo te abençoe.
Bjos, Lú.

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Esse post é especial.
Eu achei excelente essa sua definição para a nova Amélia. A Amélia que é sim uma mulher de verdade, que escolhe seus rumos, sabe o que quer. Sem precisar queimar sutiã nem reboar a bunda para ser mulher, dona de casa, mãe, trabalhadora.

E foi bacana conhecer o seu lado profissional, que concilia tão bem com sua vida familiar. Esse post pode servir de luz pra muitas pessoas que não sabem se optam pela família ou por uma carreira profissional. E vc aqui mostra que ambas podem caminhar juntas, basta querer e tentar.

eh isso aí, parabéns por ser uma Amélia mulher de verdade.

bjs e bom dia

Dona da Cozinha... disse...

Cumadi, parece que agora estamos bem.
Passa lá em casa..
bjs e obrigada pela atenção,
Cumadi

Nice & Ana disse...

Lindo prima!!!, assino embaixo e quero ser igual vc quando crescer, com essa força, garra e dinamismo, bjkas enormes p/ vc maravilhosa!!!, uma tarde magnífica p/ vc e família

Maria Inês Feijó disse...

Oi guria!!!As vezes fico impressionada com a sintonia que temos, mesmo sem nos conhecermos pessoalmente. Há poucos meses resolvi abandonar o trabalho fora de casa e fazer o que realmente gosto: cozinhar, cuidar da minha casa e das minhas plantas. O cozinhar tem me rendido o dindim para comprar as coisas que gosto, pois comecei a fazer pratos congelados para os amigos e conhecidos, de boca em boca o Formigão ficou muito conhecido. Até tentei retornar e dar aulas, mas percebi que passei a ter mais qualidade de vida trabalhando quietinha no meu canto, diminuindo minha ansiedade em 99,9%. Faço o meu horário, respeitando meu ritmo e minha saúde(tenho problemas muito sérios de coluna). Não me sinto nem um pouco desvalorizada com tudo isso, muito pelo contrário, continuo me sentindo produtiva!!
Fiquei feliz em saber um pouquinho mais de ti, parabéns pela tua garra e dedicação a tua família!!
Beijocas!!

Maria Inês Feijó disse...

Eu novamente!!Tu queres que eu te mande um e-mail com as dicas para as tuas suculentas??Bjs

Romy disse...

Minha querida... adorei conhecer-te melhor :-)
Continua com esse poder e essa energia :-D

Beijos com carinho****

Carol Fernandes disse...

História verdadeira e autêntica! Olha cumadre, trabalhei muito, aposentei faz pouco tempo, mas tive que ser homem e mulher da casa porque o homem que escolhi para ser o pai dos meus filhos deixou muito a desejar e se eu não fizesse tudo o mundo dos meus pequenos desabava. Hoje, se eu pudesse voltar o tempo faria muita coisa diferente, mas como isso não é possível, fica a experiência vivida, as mágoas se foram com o tempo e hoje tenho um verdadeiro companheiro, amigo de verdade, já sou avó e meus filhos tem um respeito enorme por ele, porque eles sabem tudo que vivi e como vivo hoje. Hoje sou exatamente uma "Amélia" muito feliz....
Concordo com tudo que vc escreveu! Essas mulheres glamourosas desaparecem porque elas só tem beleza externa e o que fica, a gente sabe, é o conteúdo, o resto acaba!
Sou feliz demais amiga e hoje posso escolher fazer o que mais amo na vida, doces!!!
Beijinhos doces pra vc e parabéns pelo texto!!!
Vai lá no meu cantinho cumadi, tomar um cafezim com torta de frutas!

Regina Artes disse...

É isso né amiga...no fundo, bem ou mal, somos todas as amélias batalhadoras, sofredoras ou não, mas na luta, sempre querendo o melhor para aqueles que amamos....e na maioria das vezes, nos colocando de lado, mas de lado mesmo em prol de nossos amados...no meu caso de meus amados filhos....
Beijos amiga....

Bianca disse...

Cheguei aqui atraves do blog da Chris, do Inventando com mamãe. Adoreiseu blog. Beijos

Marly disse...

Oi, Vinni,

Gostei de saber mais sobre você! Então você é realmente digital, hem? ô caipirinha chique! Há realmente muita confusão sobre os valores, nos nossos dias e infelizmente, os equívocos se alastram feito ervas daninhas, confundindo muitos e causando outros danos. Mas mesmo num mundo repleto de enganos e injustiças ('que jaz inteiro no maligno'), os valores verdadeiros acabam por ser reconhecidos, pelas consequências que eles causam. E é por isso que as Amélias deixam saudades, não é verdade?

Um beijo e boa noite!

Giuliana: disse...

Oi Cumadi!
Que delícia vir te visitar e dar de cara com um post sobre você!
Sempre falei que jamais seria Amélia, não com o sentido diminutivo que se referem a ela. Mas por achar que deveria ser sempre independente e ponto final.
Hoje ando mudando minha concepção de independência, revendo alguns conceitos e trabalhando o psicológico para que se um dia for necessário, virar Amélia e com orgulho.
Enquanto esse momento não chega, corro atrás dos meus objetivos.
E admirooooo muito as grandes Amélias que se dedicam praticamente por tempo integral à casa e à família. Minha mãe foi uma delas por bons anos e sou imensamente grata.

Beijos.

Fernanda Reali disse...

Vamos combinar, amiga, tu estás mais para Mulher Severina do que para Amehlia, porque faz de tudo!

Obrigada pelo comentário carinhoso no meu blog hoje. Estou em melhor do resfriado, a dor de cabeça já passou, então tudo é festa, só me falta um nariz novo, porque este NÃO está funcionando, ahaha

beijoooo

Little Place Of Girls disse...

oi, adorei tudo aqui.
Suas postagens, são ótimas, adorei ler.
Se poder da uma passadinha lá no meu blog:
http://kah-catarina.blogspot.com
vou adorar se você também seguir e comentar nossa postagens!

beijos, te encontro lá.

Milene disse...

Adorei seu blog, Dona Amhélia!!!

Já estou seguindo e agora vou sempre dar uma passadinha aqui.

Bjks da Diiirce

http://diiirce.blogspot.com

Cucchiaio pieno disse...

Amiga
RESUMINDO:
ser Amehlia e digital é "tudo de bom"!
E essa moça linda da foto, quem é?
Bjo grande
Léia

welze disse...

cada vez mais, sou sua fã. Porque será que incomoda tanto as pessoas, outras mulheres,( no geral) uma de nós gostar tanto do lar? Gostar tanto de ser amelia de verdade? Adoro isso tudo. Acho um privilégio poder ser assim.

Figos & Funghis disse...

Vinni querida! Adorei te conhecer um pouco melhor, e acho que nossas escolhas quando feitas de coração são exatamente aquelas que nos deixarão mais felizes e realizadas. Você nos passa isso, a satisfação e a realização de uma mulher corajosa que sabe o que quer! Parabéns viu!
Você é mesmo muito querida e doce, como este crepe maravilhoso daqui de baixo...hahah
Beijos,
Fabi

Anita disse...

Adorei, conhecer esse outro ladinho seu. Aliás tenho uma história meio parecida, optei em deixar uma multinacional pra cuidar mais da casita e dos filhos e não me arrependo. Bjs, Anita.

E e J disse...

Que blog delicioso...

Fernanda bordando,pintando e aprendendo disse...

Então,sou totalmete amélia com orgulho....não troco minha casa por trabalho nenhum....amo os meus filhos....e cozinhar pro meu marido.
E tem muita gente com inveja disso.....adorei seu blog,volto sempre.
Bjs.....

Cláudia M. disse...

Olá Vinni
Venho comentar numa postagem já "antiga", mas achei o seu texto sobre ser ou não "Amélia" mto interessante, e resolvi dar a minha opinião. Eu acho que há um tempo para tudo, e quando a pessoa opta for ficar em casa, é uma opção válida como outra qualquer, não tem que ser criticada por isso, de forma alguma. Realmente há mtas mulheres que se julgam superiores por trabalharem fora, isso pode dar-lhes satisfação, conforto material, seja o que for, mas não as torna superiores.
Eu neste momento estou na situação oposta. Já estive muitos anos sem trabalhar fora, 1º quando a minha filha era bem pequenina, mas para mim foi óptimo poder acompanhá-la até aos 3 anos, qdo foi para o infantário. E agora estou há um ano desempregada, mas já estou desesperada com essa situação, não só em termos monetários, mas também por sentir vontade de sair de casa, de ver pessoas diferentes, de ter uma rotina diferente. Não é que não goste de estar em casa, até gosto, mas neste momento isso não me faz feliz, a minha menina já está com 9 anos, e eu entrei numa fase de me dar pouca importância, do tipo, como não tinha a obrigação de ir para lado nenhum, comecei a "relaxar" um pouco, com o peso, a aparência, etc. E isso foi muito mau a nível psicológico, por isso anseio por uma mudança. Vc me entende? :) Então eu vou voltar ao trabalho fora ainda este mês, mas quem sabe daqui a uns tempos já estou arrependida, pq vai ser das 9 às 18h, a minha vida vai mudar radicalmente...
até que eu gostava de poder trabalhar em casa, por exemplo em tradução, que eu adoro, mas não está fácil... enfim, nada está fácil, então é preciso ir à luta...

xiiii, que prosa longa........

beijin enorme procê :)

Cláudia M. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cucchiaio pieno disse...

A moça linda que referi-me é próprio voce! Nao imaginei que voce fosse tao novinha, tem carinha de 13 anos - juro!
Abraços fraternos
Léia

Priscilla disse...

Olá, não lembro como foi que encontrei seu blog, mas com certeza foi um dos meus melhores achados desse ano, em breve me tornarei amelia por opção, sempre tive receio de deixar de trabalhar fora para ser "literalmente sustentada" por marido, mas lendo sua historia, vendo cada coisa gostosa que vc faz, esta me dando mais animo para que isso aconteça logo, poder ser mae, esposa em tempo integral... como vc diz brincar de casinha...tb fiz isso minha infancia inteira...kkk e era tão bom!!! Obrigada Amélia por compartilhar e dá mais um motivo para mudar!!!
Ps: na cozinha sou um terror...virei sua fã....kkk..bjus