24/06/2010

Receita: Buraco quente

Tudo bem que mineiro tem um jeitin mêi picadin de falar e inventa palavras inimagináveis pra se expressar, mas o Brasil interin não fica para trás, né?! Cada palavra, expressão, sotaque... que riqueza temos nós! Cada povo com seu costume e seu jeito de falar...

Qdo me mudei para sampa conheci esse lanche...
"Ô lôco mêu...q nome estranho..." ...só pensei... =)
Em Minas seria "pão de sal com molho", no máximo "pão molhado", ou melhor, "pão moiado"... pelo menos na minha região...
pq Minas cada cantin tem seu jeitin...

Minha amiga Fabi, foi me visitar e conhecer a cidade grande... penso q já estava cansada de tanto comer verdin, resolveu então salvar 'sua lavoura' com uma lasanha à bolonhesa. Foi aí que aprendi como refogar a carninha moída... (não pense q evolui muito de lá para cá, afinal o boizin é amigo e não comidinha, né?! :)
A torcida aqui de casa não pleiteia a minha causa...:/ ... então faço muito bem hambúrguer...
Fabi, voltou para o Brasil ano passado, depois de anos nas terra de cumpadi Cabral... e trouxe uma linda portuguesinha, agora, luso-brasileirinha =]
Voltou para a terra de Dona Beja e gerencia um Hotel em Araxá...
Deus é ou não é bão...bão dimaisdaconta?!!
Novamente a história de Portugal e Brasil se misturam... assim como a mineira Dona Beija e o português Joaquim Inácio...
Agora teremos um novo encontro... em campo!

Que tal um lanche com pão francês,
feito por brasileiros para o jogão com os portugueses
... amanhã na África?!

Ingrediêntis:
400 g de alcatra (carninha moída do seu gosto cumadi)
Cebola
Pimentão
Cebolinha
Sal
Queijo ralado

Módifazê:
Seria muita pretensão de minha parte querer ensinar como reforgar a carne, né?!
Antes que algum 'anônimo' me xingue novamente, faça como de costume, viu cumadi?! ;) Sirva rapidin enquanto está quentin...

Us causo
Em retribuição... fui visitá as terra dalém'má!
Um sotaque muito 'gira'...
A cultura e as tradições ainda são preservadas...
Vivi muitas experiências com Deus naquele lugar... que me marcaram para sempre! :}
Aprendi que Ele faz acontecer a Seu tempo... e não onde estamos...
Com isso minha vida nunca mais foi a mesma e se hoje tento melhorar como pessoa, devo tudo ao que aprendi em terras distantes!

Minha princesa e a princesa Sarah de Fabi
Amigas como nós...

Com certeza é uma terra portuguesa!

"Vai lá Brasil que a hora é essa... eu esse ano vou querer o hexa!! "
(...minha brasileirinha torcendo pela paz!... :)
Um bejim!
=)

23 comentários:

Fabiana disse...

Oi Vinni,
Essa coisa de sotaque é meia engraçada mesmo, porque eu sou da capital, mas não sei porque, eu puxo o "R".
Falo porrrta, carrrrne...kkkkk
Agora, quanto a esse lanchinho...hummmm, eu faço um parecido, mas com lagarto, e desfio toda , aí ela vira carne louca.
Mas com alcatra, nunca experimentei.
Vou experimentar esse buraco quente...kkkkkkk
Adorei as fotinhos.
beijos

Maria Inês Feijó disse...

Mas ah!!!!!Já vi que a cumadi tb aprecia terras distantes, assim como eu.
Sabe, eu e o cumpadi Formigão volta e meia colocamos o pé na estrada, já conhecemos muitos lugares maravilhosos, já nos metemos numas "indiadas" mas sempre voltamos para casa revigorados e planejando a próxima aventura.
Gostei muito do pãozinho com carne, e fiquei pensando que dureza deve ser cozinhar carne sendo vegetariana. Hoje fizemos um jantar vegetariano e ainda comentei que era alá Vini, que não come bichinhos.
Um beijo, pode deixar que vou mandar uns cactos para espantar o gato da vizinha maluca!!!

isabel disse...

Querida Vini linda,
muito obrigada pelas suas carinhosas palavras no meu cantinho!
Isto é que é um lanche multicultural, ideal para acompanhar o joguinho!!
Se uma portuguesinha "roubou" o coração de Fabi, também tenho um priminho que foi para o Brasil enamoradíssimo de uma bela Brasileirinha!!
Querida Amiga, eu acho que não tem muito mais que melhorar: você é perfeita!!
Um grande grande beijinho muito amigo!

Juliana disse...

Isso deve ter ficado muuuuuito bom Vinni! Mas é de comer e ir direto pro banho porque deve lambuzar até a alma, rsrsrs. Amo pão com molho, Quando morava com minha mãe sempre "reciclava" o picadinho que sobrava do almoço dentro de um cassetinho (pão francês), à noite! Coisa bem boa! Beijos, Ju

Sandra G disse...

Que belo pão e recheio, para estar a comer a ver o jogo!!
Vamos lá ver o que vai sair dali!! :)

Bjs

Eliana Pessoa disse...

ESSE PÃOZINHO CONHEÇO A MUITOS ANOS QUANDO ERA FEIRANTE ERA NOSSO LANCHE PREFERIDO NA FEIRA!!!
SUA MENINA ESTÁ UMA LINDEZA!
BEIJO

»¤Þ䵣䤫 disse...

Ai que linda sua filhota Vinni, ontem comi pão francês com carne moída se acredita, uma delicia né! Sobre o corte praticamente feio a laser, eu quase chorei de rir aqui, vc é muito engraçada! Um beijo enorme, e vamo ganha esse jogo né ;D

Rachel disse...

Adorei a dica para o lanchinho na hora do jogo...incrível dia desses vi uma receitinha parecida e me encheu os olhos...agora vem você com essa lindeza de pãozinho...rsrsrs!!!

Você tem razão, os portugueses tem tradicões lindas, um sotaque muito "gira", são muito receptivos, alegres, amigos...masss nosso Brasil vai goleá-los...hihihi!!!

Viu só Vinni...quem sabe, né...minha fotinho precisa de comentários para conseguir isso...o duro é fazer as pessoas acessarem e comentar...rsrsrs!!!

Bjuss amiga e lindo fim de semana para você e família!!!

cacahuete disse...

E uma bela sugestao para comer assitindo ao Mundial.

Beijinhos

Naninha disse...

Ai cumadi oh lanche bão é esse, antes de eu conhecer como buraco quente era pão com carne mermo uai.
Beijos

Trainee de Cozinheira disse...

Oi Vinnie, sabe adorei a sua hitória, e esse pãzinho com carne eu bem conheço adoroooo!! e não tem regra mesmo não cada um tem a sua receita, tudo de bom prá vc, bjs
Maura

Maria Inês Feijó disse...

Oi Vini!!!

O cumpadi manda te dizer para mandar instalar uma cerca elétrica, aí se o gato bobear vira "churrasquinho"..hehehe, Brincadeira a parte, seria uma solução para o bichano não tentar se deliciar com as tuas "calos"( a cerca não mata, só joga longe).
Quanto a Buenos Aires, te entendo bem em ficar angustiada em deixar a tua Nathy, a minha já está com 24 anos e sempre que viajamos passo ligando para ela, fico com o coração na mão de deixá-la sozinha (ela e a Athena minha Shit-zu). Coração de mãe é assim, mas as vezes tb precisamos pensar um pouquinho em nós mesmas, pq os filhos crescem, vão levar a vidinha deles e quando a gente vê o tempo passou.
Quanto aos Biólogos, ainda não conheci nenhum que não fosse doido, qd eu estava na universidade me dei por conta que eu tb não era...hehehehe.
Beijão, vamos torcer pelo Brasil!!!!!!!!!!!!!

Obs- Qualquer coisa postarei uma receita de churrasquinho de gato...hehehehehe

Beta disse...

Oi Vinni! Obrigada por me visitar. Adorei seu recado e devo dizer que tenho mais para aprender do que para ensinar rs
Esse lanchinho me deu uma fome! É bom demais! beijos e um lindo fim de semana

Tatiana disse...

Menina lá na minha terra o buraco quente tem salsicha e carne moída! E eu amoooo!!! Ô coisa boa!!!!
Bjs

Marly disse...

Oi, Vinni,
Esse buraco quente é delicioso! Eu também não sou muito de carne, mas tenho que fazê-la, por causa dos carnívoros da casa (todos!). Mas, confesso que às vezes me apetece um lanchinho desses.

Beijinho e bom fim de semana

Silvia Arruda disse...

Buraco quente lembra mto a minha infância... minha mãe fazia direto com carne moída de patinho... que delícia...

Sandreane disse...

Vinni, ao ler seu post tive uma crise de risos, pelo nome da receita e também pelas confusões que vivi quando era criança e tinha vindo do Rio para Salvador... E depois, quando ia ao Rio e lá acompanhava os primos na compra de pão para o café, era aquela galhofada. Bastava pedir que o povo começava a olhar equisito e a rir, pois pão francês e bisnaga pelas bandas daqui tem nomes bem sugestivos *rsrsrs*
Amei o post.
Beijocas mil!

calma que estou com pressa disse...

oi amiga Vinni! a que deu agua na boca com este pãozim com este molho da hora!
agora imagina eu morarando pertim de ti- nossa que misturada de sutaque - e nós duas com aventalzinho branquinho engoamdim e jogando pedra em avião- as duas trocando tarjinha preta-
beinjim
pena que o jogo estava tão morno, sem sal , nem açúcar...

Cecilia e Helena disse...

Ai, isso aqui tá muito bom,
Isso aqui tá bom demais!
Adoro esse sanduíche!
Lá no Goiásss,ali no entorno de Brasília, é tudo assim: bunitim. E a gíria dos brasilienses: Oi, véi, tudo bem?
Um abraço da Cecilia (mãe da Helena) - todas nós mulheres de serventia.

Mônica Schmidt disse...

Oii Flor..
vim agradecer a visita..
Viu só que lindo? amei
fazer aquele All Star..
Logo logo posto outras novidades!!
Beijinhos
Bom Fim de semana =)

Tida disse...

Oi, Vim para dizer que gosto muito de sua visita e seu modo peculiar de falar. Menina, você não imagina como isso é bão!
Logo, logo vai estar o Brasil inteiro falando como você. A bem da verdade eu adoro esse jeito do povo do interior do Brasil falar.
Você faz bem, temos de manter a tradição.
E este seu Buraco Quente aqui é pão com carne, mesmo.
As meninas são lindas.

Um beijão

Regina Artes disse...

Oi amiga, passei pra pegar mais uma receitinha e dizer que tem carinho pra você no meu blog!!!!

Beijo!!!

Xana disse...

K delícia de sugestão :)...
E esteve em Portugal kida? Eu estive bem pertinho do oceanário com a minha pequena ontem mesmo... Vale sempre a pena a visita por lá
beijinhos