21 de fevereiro de 2008

Diretin dimíngerais - Declaração Mineira

Si pricisá de tradução é só pidi...
Nóis tamô aí pra isso mêss...
Vai trenanu e lê bem rapidin pra num tê problema qdo vié cá me visitá na roça, tá bão?!


Declaração minêra pras cumadis

Cês é o colíro do meu ôi.
Cês é o chicrete garrado na minha carça dins.
Cês é a maionese do meu pão disal.
Cês é o cisco no meu ôiu (o ôtro oiu - eu tein dois).
O limão diminha caipirinha
O rechei dimeu biscoito.
A masstumate do meu macarrão.
A pincumel do meu buteco (é pincumel sem álcool :)
O arroizin quentin prapô o franguin junto...
Nóoss fí dideus!!!
Gós dimais da conta docêis, uai.
Cês é tamém:
O videperfume da minha pintiadêra.
O dentifriço da minha iscôdidente.
A árvri que midá sombra no pondiôns.
Ói qui!
Tôqui pertin de Belzontch pelejanu pra num chorá de saudadôcês,
dosquitá perto ôtá longe.
Sossei côcês émess tudamigo.
E tem gênquiaxa quitô mintino....
Ispia só se dendimim num cabôcêis tudo???
Ansdionte um amigo me disse:
Oipcêvê avida cuméqui faz,
Agente pópô fé intudo,
mai nos amigosé quinóis tem quicridita mêsss.
Noragá ês é qui táquiperto e ajuda apô os trem in ordi
Óiproceisvê!!!
Quem tem amigassim, tem um tisôru!
Eu guárdêsse tisouro, com todo carinho q nem ôro,
Do ladesquerdupeito !!!
Dendumeu Coração!!!

AMOCÊIS PADANÁ GENTE!!!

Um bejim!
=)